Gastronomia, culinária e outros interesses para os apaixonados
pelo prazer de cozinhar, comer bem e harmonizar.

Por Luciane Daux

sexta-feira, abril 24, 2015

24/04/2015 - Frutas secas e oleaginosas: belisco saudável e gostoso

por Luciane Daux
Bateu aquela fominha no meio do dia? Saque da bolsa um mix de frutas secas e oleaginosas! Com certeza vão te saciar e encher de boa energia, e abastecer o organismo com fibras e vitaminas importantes. Tudo com o prazer de sabores intensos.  Amêndoas, avelãs, pistache, amendoim, castanha do Pará, nozes e damascos, passas, ameixas, figos, tâmaras, entre outros, são ingredientes fantásticos que enriquecem a mais simples das receitas.

Saboreandoshop
Mimos de cozinha para as Mamães
A sugestão tanto é para presente para o Dia das Mães como para montar uma linda mesa, se você quer agradar a sua no domingo, dia 10 de maio.  Louças (uma mais linda do que a outra, enlouqueci!), guardanapos de guipir, talheres com cabo de madrepérola e outros mimos como panelas, colheres de silicone, artigos Le  Creuset, objetos de desejo de quem aprecia a culinária, são disponibilizados na loja www.saboreandoshop.com . 

Divulgação Spoleto
Cavatappi no Spoleto
Cavatappi significa saca-rolhas, em italiano, o que define bem a massa de formato espiral, furadinha e com ranhuras que têm a função de carregar melhor o molho. O Spoleto trouxe para o cardápio de outono a massa em quatro versões: Alfredo, Caprese, Carbonara e Bolognesa Clássico. A partir de R$ 12,90 em um dos restaurantes da rede.

Curso Básico de Degustação de Vinhos Santa Adega
Sabe o que é terroir? Conhece os métodos de vinificação? Essas informações e mais uma degustação teórica e prática de sete vinhos, conduzida pelo sommelier Eduardo Araujo, compõem o curso para iniciantes no mundo do vinho, que acontecerá na Santa Adega, no dia 28 de abril. Saiba mais pelo 3234-1296.

Divulgação
Wagyu no Las Leñas
A carne japonesa Wagyu é proveniente de bois tratados com massagens, alimentação balanceada e, até mesmo, cerveja. Todo esse cuidado se reflete numa carne com muita gordura entre as fibras (isso se chama marmorização, perceba na foto), tornando-a saborosa e extremamente macia. Por isso é considerada  do mundo. O Las Leñas, casa especializada em grelhados no Shopping Iguatemi, tem o corte assado na tradicional parrilla uruguaia, o que torna o wagyu ainda mais especial.

Luciane Daux
Arroz selvagem com frutas secas
6 xícaras (chá) de arroz parboilizado cozido
2 xícaras (chá) de arroz selvagem cozido
½ xícara (chá) de cada: uvas passas brancas, nozes, castanhas do Pará, castanhas de caju, damascos
2 colheres (sopa) de manteiga

1. Pique as frutas secas, mas não muito miudinhas.
2. Aqueça a manteiga em fogo baixo e adicione as frutas secas. Refogue por um minuto então adicione os arrozes selvagem e parboilzados já cozidos.
3. Mexa constantemente até que esquente, desligue e sirva acompanhando assados em geral ou como um prato vegetariano único.

La Violetera
Torta de damascos, ameixas e avelãs
300g de damascos 
300g de ameixas sem caroço 
200g de avelãs 
300g de creme de leite fresco
200g de coco ralado 
50g de leite de loco em pó
3 colheres (sopa) de açúcar

1. Recheio 1: Coloque em uma panela, separadamente, os damascos e as ameixas com 200ml de água cada e deixe ferver por 5 minutos. Bata no liquidificador: primeiro os damascos já fervidos, até virar um creme e reserve. Depois bata as ameixas já fervidas, até virar um creme e reserve. 
2. Recheio 2: Na batedeira, bata o creme de leite, deixe em ponto neve e reserve. Misture o coco ralado e o leite de coco em pó no creme de leite já batido. 
3. Cobertura 1: Coloque em uma panela, em fogo moderado, as avelãs e o açúcar, mexendo sem parar até ficarem douradas e reserve. 
4. Montagem: Coloque em uma travessa de sua escolha: 1º) Recheio das ameixas 2º) Recheio dos damascos 3º) Recheio de coco 4º) As Avelãs. Dica: Se você não quiser caramelizar as Avelãs, basta quebrá-las em pedaços pequenos que também fica uma delícia.
5. Fonte: La Violetera.

sexta-feira, abril 17, 2015

17/04/2015 - Tempo de risotto!

por Luciane Daux
O risoto é um primeiro prato da sequência italiana feito a base arroz, cozido lentamente enquanto absorve o caldo do cozimento. Fazê-lo é com andar de bicicleta: uma vez aprendido, a gente nunca mais esquece. Porém há algumas regras como, por exemplo, usar um arroz rico em amido, que vai trazer aquela cremosidade incomparável. A recompensa será um prato fantástico que agrada a todos, e que você pode fazer muitas variações, apenas selecionando os ingredientes coadjuvantes como queijo, cogumelos, iscas de mignon, camarões, linguiça Blumenau (sim, fica divino!) e assim por diante. Para acompanhá-lo basta uma salada verde, um bom vinho e amigos, que sempre fazem uma mesa mais alegre. Buon appetito!

Regras de ouro
- usar o arroz correto: arborio, o vialone nano ou ainda o carnaroli, que têm mais amido (não lavar o arroz!)
- fritar bem o arroz em manteiga ou azeite de oliva, junto com cebola e/ou alho
- mexer constantemente, enquanto cozinha, e acrescentar o caldo aos poucos

Fazendo o caldo
Um caldinho caseiro tem o seu valor! Leve para ferver por uma hora em fogo baixo 3L de água com uma cebola cortada em quatro partes, dois talos de salsão e uma cenoura em rodelas. Coe e use! Se preferir usar um caldo industrializado, prefira aqueles em pó e com baixo teor de sódio.

Calculando  quantidades por pessoa
- 80g de arroz arborio cru por pessoa
- 100g do ingrediente coajuvante, pronto para uso (exemplo: 100g de camarão sem casca)
- 250-300ml de caldo

Slim Feijô aos sábados
Mantendo o conceito da casa, o Slim Bistrô promete, aos sábados, feijoada com toques de alimentação saudável, acompanhamentos mais leves e farofa proteica. A sobremesa? Sorvete Amoratto Fit, claro, sem açúcar nem gordura, à base de Whey Protein.  Para acompanhar, drinks, caipirinhas e roda de samba, a partir das 15h, com o grupo Apogeu. Na Madre Benvenuta, 1666, Santa Mônica.

Leonardo Rosa
Novos combos do Red
Estreias no cardápio do Restaurante Red. Opções com o tiradito padano (foto), cebiche clássico, salmão fashion, tataki nikei e cream cheese brûlée Rolls, por exemplo, compõem os combinados Peruano, Oriental e Fusion da casa. No Dinning, o DJ Rodrigo Luca comanda o som, fazendo o warm up para as festas de Deep House que acontecem no Sete Club. Mais informações em www.reddinning.com.br.

Perrier Jouët Divulgação
Grande degustação de champagnes - ABS/SC
Programe-se: jantar harmonizado com degustação especial de champagnes, no dia 30 de abril às 20h, no Restaurante La Fontana do Il Campanario Village Resort, em Jurerê Internacional. Sebastián Sachetti, representante do Bureau du Champagne no Brasil, falará sobre a região e os estilos de Champagne.  A realização é da Associação Brasileira de Sommeliers Seção Santa Catarina – ABS/SC, cuja diretoria conduzirá a degustação técnica. O cardápio será elaborado pelo chef Rafael Campagnolo. Investimento (vinho e gastronomia): R$ 250,00 (para não associados à ABS/SC) e R$ 200,00 (para sócios da ABS/SC). Informações e reservas pelo abs.santacatarina@gmail.com  ou 9138-0826 (Cláudia) e 9973-1651 (Néa).




Risotteria Suprema
Risotto Ponta do Coral
100g de arroz arborio
150g de tentáculos de polvo cozidos
50ml de vinho tinto
10g de caviar
2un torradinhas para canapé
1 rama de alecrim
40g de tomate em cubos
2g de açafrão da terra em pó
30g de cebola picada
10g de alho picado
15g de manteiga
80ml de vinho branco seco
50g de queijo parmesão ralado
400ml de fundo de frutos do mar ou 1 sachê ou cubo de caldo de legumes dissolvido em 400ml de água
5g de cada: salsa e cebolinha picadas
Redução de vinagre balsâmico

1.       Cubra o polvo já cozido com o vinho tinto e deixe na geladeira por 30 minutos.
2.       Refogando o alho e a cebola até que fiquem macios e transparentes. Adicione o açafrão e refogue e em seguida adicione o arroz arborio e o vinho branco, dando inicio ao cozimento do arroz. Vá adicionando o fundo ou caldo aos poucos, mexendo a todo instante até que o arroz fique al dente. Finalize adicionando os tomates, o parmesão, a salsa e a cebolinha e o polvo. Misture bem os ingredientes até o queijo estar derretido e o risoto bem cremoso. se necessário corrija o sal e não tenha medo de arriscar um pouco de pimenta do reino moída na hora.
3.       Disponha centralmente o risoto em um prato de design moderno e faça alguns riscos com a redução de balsâmico, disponha as torradinha sobre o risoto e o caviar decorado com o alecrim. 
4.       Rendimento: 1 pessoa
5.       Receita do chef Jordan Franzen, da Risotteria Suprema.

Luciane Daux
Risotto de Camarões com Limão Siciliano
(para 6 pessoas)
4 colheres de sopa de azeite de oliva
1 cebola picada
2 dentes de alho picados
420g de arroz arbório
1 taça vinho branco seco
600g de camarões limpos (peso já sem a casca)
1 taça de conhaque
1 colheres (sopa) de manteiga
2 limões sicilianos
2 sachês de caldo de legumes (para 1,5l de caldo)
200g creme de leite
1 maço de salsinha picada
Sal e pimenta do reino a gosto
1. Ferva 1,5l de água com os dois sachês de caldo. Reserve.
2. Tempere os camarões com um pouco de sal, pimenta do reino, suco e raspas de meio limão e um dente de alho picado.
3. Aqueça uma frigideira de fundo largo e derreta metade da manteiga. Puxe* rapidamente ali metade dos camarões, sem deixá-los totalmente cozidos. Acrescente metade do conhaque e flambe*. Retire-os e reserve. Repita a operação com a outra metade dos camarões e a manteiga restante. Retire-os e reserve.
4. Deglace* a frigideira e junte o produto obtido ao caldo reservado.
5. Numa caçarola ou panela de fundo grosso e em fogo médio, refogue a cebola e o alho no azeite de oliva até murcharem (não devem dourar, pois é um risotto claro).
6. Junte o arroz arbório e refogue-o até que cada grão fique revestido com um pouco de gordura, muito brilhante e ligeiramente translúcido (leva em torno de 5 minutos no fogo médio-baixo).
7. O caldo deve estar fervendo, neste momento. Acrescente-o aos poucos ao risotto, concha a concha, mexendo sempre para liberar o amido (o risotto requer a presença constante do chef). Só junte outra concha de caldo quando a anterior tiver praticamente secado.
8. Faltando uns 10 minutos para o arroz ficar pronto (prática e intuição), junte os camarões.
9. Quando o arroz estiver quase al dente*, junte o creme de leite, misture. Acrescente o suco dos limões sicilianos restantes e as suas raspas. Desligue o fogo. Nesse momento o risotto deve estar al dente*.
10. Prove, acerte o sal e coloque pimenta do reino, se desejar.
11. Sirva o risotto enfeitado um camarão cozido com casca e cabeça.

Risotto alla milanese
(8 porções)
60ml de azeite de oliva (4c.s.)
120g cebola (1)
640g de arroz arbório
20g açafrão em pó (1 c.s. bem cheia)
100ml vinho branco seco (1 taça cheia)
2 sachês de caldo de legumes (para 1,5l de caldo)
200g queijo parmesão ralado
50g manteiga gelada (3 c.s.)
Sal e pimenta do reino a gosto

1. Numa caçarola ou panela de fundo grosso e em fogo médio, refogue a cebola no azeite de oliva até murcharem (não devem dourar, pois é um risotto claro).
2. Junte o arroz arbório e refogue-o até que cada grão fique revestido com um pouco de gordura, muito brilhante e ligeiramente translúcido (leva em torno de 5 minutos no fogo médio-baixo). Acrescente o açafrão em pó.
3. Junte o vinho branco, e mexa até evaporar.
4. O caldo deve estar fervendo, neste momento. Acrescente-o aos poucos ao risotto, concha a concha, mexendo sempre para liberar o amido (o risotto requer a presença constante do chef). Só junte outra concha de caldo quando a anterior tiver praticamente secado.
5. Quando o arroz estiver al dente, desligue.
6. Junte o queijo parmesão ralado e a manteiga. Misture bem, prove, acerte o sal e coloque pimenta do reino, se desejar.


sexta-feira, abril 10, 2015

10/04/2015 - Só chocolate (ou como aproveitar tudo o que sobrou da Páscoa0

por Luciane Daux
Que delícia escrever essa coluna, minha mente gulosa sendo alimentada pelas fotos com o maior objeto de desejo: o chocolate!  Passada a Páscoa, sobraram os ovos, os bombons e as trufas? Vamos reaproveitá-los em receitas de pura lascívia, onde o chocolate vai escorrendo à medida que nos servimos, tudo combinando com o outono que definitivamente chegou essa semana.

Chef Joyce e o novíssimo Ciao
Chef Joyce Francisco comandará a cozinha do Ciao Ristorante, que inaugura na próxima segunda-feira dia 13/4 na Praça Central do Continente Park Shopping. No cardápio, massas e molhos frescos e o famoso polpetone, tradução da cozinha italiana. O Ciao funcionará no horário do shopping, com buffet no almoço, e com serviço diferenciado na Happy Hour, jantar e no Salad Bar. Que bom, Joyce, estávamos sentindo a tua falta!

Marco Dutra
Cookies para fazer em casa
Criação da chef pâtissier Tatiana Osório em parceria com Caroline, o Enjoy – Gift in a Jar é uma receita deliciosa de cookie, onde os ingredientes secos vêm em um vidro (jar), aos quais basta acrescentar ovos e manteiga e misturar. Existem duas versão: a tradicional, com gotas de chocolate, e a funcional, sem glúten e sem lactose. Presente perfeito e criativo para essa Páscoa. À venda pela fan page no Facebook ou no Shopping Iguatemi, piso L2.




Monica Correa
Carolinas com cafezinho, hummm!
Um mix de doces, elaborado pelo pâtissier francês Julien Brouquet, é a novidade da Padaria Pão da Casa. Em destaque as carolinas, mini bombas recheadas com creme de chocolate, doce de leite ou creme de confeiteiro e cobertas com ganache de chocolate meio amargo. Perfeitas para acompanhar o cafezinho dos finais de tarde de outono. A Pão da Casa fica no Open Shopping de Jurerê Internacional.












Bunge Brasil
Bolo triplo de chocolate
1/2 xícara (chá) de cada: margarina, cacau em pó e leite
1 xícara (chá) de farinha de trigo e gotas de chocolate
1 colher (sopa) de café solúvel
2 Colheres (chá) de bicarbonato de sódio
1 Colher (chá) de cada: fermento em pó e  essência de baunilha
2 Pitada(s) sal
2 ovos, à temperatura ambiente
3/4 xícara de açúcar

Ganache:
1 xícara (chá) de chocolate amargo picado
2 colheres (sopa) de margarina sem sal
1/4 xícara(chá)  açúcar
1 caixa de creme de leite (200ml)
1 pitada de sal

1.       Massa: em uma vasilha, peneire a farinha, o cacau, o café solúvel, o bicarbonato, o fermento em pó, o sal, misture e reserve.
2.       Em uma batedeira com velocidade baixa, leve a margarina, os ovos, o açúcar e a baunilha para bater até que a mistura se torne homogênea. Lentamente, adicione os ingredientes secos, os líquidos e bata só para misturar até que a massa esteja lisa e homogênea. Adicione as gotas de chocolate, misture e em forma redonda, untada e enfarinhada, despeje a massa e leve para assar em forno preaquecido, à 180oC, por 35 a 40 minutos.
3.       Ganache: coloque o chocolate meio amargo em uma vasilha e leve para derreter no micro ondas ou banho Maria, mexendo de vez em quando até que derreta. Acrescente a margarina, o açúcar, o creme de leite e torne a misturar até obtenção de um creme homogêneo. Coloque a metade numa manga de confeiteiro, com bico pitanga ou liso e reserve.
4.       Montagem: retire o bolo do forno, faça furos profundos na massa e neles introduza a ganache que está na manga. Cubra generosamente com a ganache restante e deixe esfriar.
5.       Fonte: Delícia Supreme e Bunge Brasil.

Divulgação
Petit gateau de chocolate meio amargo e café
6 gemas
3 claras
150 g de açúcar
160 g de manteiga sem sal
80 g de farinha de trigo
160 g de pedaços de chocolate meio amargo
1 colherinha (café) de café granulado solúvel
Cacau em pó para polvilhar

1.       Aqueça levemente as claras com café e o açúcar até 37oC. (não pode cozinhar).
2.       Separadamente derreta o chocolate, junte a manteiga picada e as gemas. Junte as misturas de chocolate e as claras aquecidas, adicionando a farinha de trigo peneirada.
3.       Unte as forminhas individuais de 5 cm de diâmetro, polvilhe com cacau (peneirado), encha até um pouco mais que a metade e asse em forno a 180oC durante 5 a 10 minutos.
4.       Sirva com sorvete de creme.
5.       A receita é do professor e chef Vilmar Turnes, da faculdade de Gastronomia da ASSESC.


quinta-feira, abril 09, 2015

Pães Pullman chegam ao mercado de SC e RS com seis produtos

A tradicional marca de pães Pullman chega à Santa Catarina e Rio Grande do Sul, com um portfólio completo de produtos familiares. A marca pertence ao Grupo Bimbo - líder em panificados e com mais de 60 anos de tradição.
O simpático Ursinho Bimbo, ícone do Grupo Bimbo em todo o mundo, cria um vínculo emocional com o consumidor, ao mesmo tempo que representa o cuidado e carinho na produção de seus produtos, reforçando assim o posicionamento focado na família.



O Pão Tradicional XL 740 g, em embalagem com oito fatias a mais que o pacote tradicional, com maior custo benefício. Preço sugerido: R$ 3,99.
O Pão Integral Pullman é o funcional da linha, feito com ingredientes selecionados. Preço sugerido: R$ 4,99.
O Pão Zero% Pullman tem zero açúcar, gordura trans, colesterol, sem adição de edulcorantes e possui baixo teor de gorduras totais e saturadas. Preço sugerido: R$ 4,99.
O Pão de Hambúrguer, já vem fatiado e pronto para o consumo. Preço sugerido: R$ 5,69.
As Bisnaguinhas Pullman  agradam a garotada. Preço sugerido: R$ 3,99.
As Torradas Clássicas Pullman podem ser consumidas a qualquer hora do dia e como excelente acompanhamento, quente ou frio, doce ou salgado. Preço sugerido: R$ 2,49.

Semana que passou tive uma surpresa. Chegou para mim essa mala charmosa com todos esses pães. Uma delícia!

segunda-feira, abril 06, 2015

Atelier Nespresso com o chef Felipe Rameh para o lançamento do Gran Cru Monsoon Malabar

Chega hoje no mercado o Monsoon Malabar, 
o primeiro Gran Cru de 2015 da Nespresso.

No último dia 30/3 fiz parte de um seleto grupo convidado para o Atelier Nespresso. Na Accademia Gastronomica, em São Paulo, em companhia da Cristiane Nunes, Gerente de Relações Públicas e Comunicação Interna e dos Coffee Experts da marca, e também da equipe da MktMix Assessoria de Imprensa, fizemos uma viagem aos sabores da Índia. Mais exatamente ao sul, à costa de Malabar,
onde os ventos marítimos - as monções - temperam desde o século XVIII os grãos de café arábica, que fazem o novíssimo Gran Cru Monsoon Malabar. 

O chef Felipe Rameh ensinando as receitas
de inspiração indiana, usando o Monsoon Malabar


O Atelier Nespresso é uma experiência fantástica, quando aprendemos como utilizar o café da gastronomia. e a experiência já começou na chegada, quando provei o Martini Mineiro, feito com o Nespresso Origin Brazil, cachaça, licor de baru e xarope de doce de leite. Uma delícia!

Para nos orientar nessa aventura sensorial, o chef Felipe Rameh, do Alma Chef de Belo Horizonte, que desponta no cenário da gastronomia brasileira como um dos mais arrojados da atualidade. O coffee sommelier da Nespresso, Vitor Gabira, esteve ao lado do chef durante todas as preparações, mostrando sua expertise ao falar das harmonizações do café nas receitas.

Em cada uma das dezesseis bancadas individuais de cozinha, acomodamo-nos. Assistimos o chef Felipe apresentando as receitas, separadamente, e então as repetíamos em nossas bancadas. Ao final de cada, numa grande mesa, os pratos foram degustados e comentados. Muito bacana e criativo!

As receitas foram: Indian Samosa, Camarão Monsoon, Carré ao Malabar e Kulfi Mango com Monsoon Malabar. Confira abaixo como prepará-las.

Dentre todos os exóticos sabores apresentados, meu prato preferido foi o Camarão Monsoon, seguido pelo arroz que acompanhou o Carré ao Malabar. Mas a sequência foi perfeita do começo ao fim, quando harmonizamos o Kulf (manga) com um ristretto de Monsoon Malabar.



Como todas as experiências que a Nespresso proporciona, essa foi também extraordinária. Todos os sentidos aguçados pelo sabor  e aroma do Monsoon Malabar.

O primeiro Gran Cru da Nespresso de 2015 está à venda a partir de hoje - e somente pelas próximas seis semanas, por ser uma edição limitada - nas boutiques em todo o Brasil, pelo site e pelo 0800 7777 737.

Clique nas imagens abaixo para ampliar as receitas.





sexta-feira, abril 03, 2015

Inseparáveis bacalhau e Páscoa

por Luciane Daux
Já é tradição. Seja na sexta-feira ou no domingo, o bacalhau deve estar presente à mesa. Minhas sugestões para esses dias são receitas de fácil execução e muito acessíveis, pois feitas com as lascas do peixe, e não com o quase proibitivo lombo. Prepare os pratos com carinho para a família e os amigos, unidos em torno de momentos de paz, harmonia e renovação!

Luciane Daux
Vinho, cultura, arte e emoção: 2ª Vindima de Altitude
Nos últimos dias 26 a 29 de março, aconteceu a 2ª edição da festa que celebra a colheita das uvas no Terroir de Altitude de Santa Catarina.  As vinícolas associadas à Acavitis - Associação Catarinense de Produtores de Vinhos Finos de Altitude, receberam turistas de todo o Brasil para degustações de seus vinhos, e almoços e jantares harmonizados, em uma dinâmica programação que incluiu eventos culturais e ainda um festival gastronômico.  Inovações como o carpaccio de frescal (foto) servido na Vinícola Monte Agudo, são desejáveis e estão construindo uma nova identidade gastronômica, usando produtos locais de uma forma contemporânea. Destaco dois pontos altos de grande emoção:
o belíssimo Concerto da Vindima, na Vinícola Villaggio Grando, em Água Doce, com a presença de sopranos, tenores e cordas sob a direção musical do maestro e pianista Luiz Gustavo Zago, e a apresentação do Balé Bolshoi na Vinícola Pericó, em uma extraordinária estrutura montada em meio aos vinhedos. Tanto o Concerto quanto o Balé tiveram uma segunda apresentação em praça pública, em São Joaquim, no encerramento da Vindima. Entusiasta que sou dos vinhos catarinenses,  deixo à Acavitis e seus associados meus cumprimentos pela organização, pelo bem receber e pela valorosa realização. Que venha a 3ª Vindima!

Luciane Daux  
Lançamento do Gran Cru Monsoon Malabar no Atelier Nespresso  
Divulgação
Monsoon Malabar é o primeiro Gran Cru Edição Limitada de 2015. De intensidade 8, aroma e sabor exóticos e amadeirados, e com toque exato de especiarias, é feito com grãos de café indiano expostos às monções tropicais na costa de Malabar, traduzidas na sugestiva “tatuagem” da cápsula. Para apresentá-lo, aconteceu na Accademia Gastronomia, nesta segunda-feira em São Paulo, o Atelier Nespresso com o chef Felipe Rameh, do Alma Chef de Belo Horizonte. Estive lá e executei, com receitas e orientações do chef, quatro pratos de inspiração indiana, dois deles utilizando o novo blend. Como todas as experiências Nespresso, foi uma fantástica viagem sensorial. As vendas do Monsoon Malabar começam nessa segunda-feira, 06/04, e se manterão por até seis semanas nos canais de venda da Nespresso (boutiques, site e 0800 7777 737).

Divulgação
Veja a receita do Carré ao Malabar do chef Felipe Rameh:


Azeite Cardeal/Bunge
Bacalhau ao forno com migas
1 litro de água          
500ml de leite          
1 folha de louro
6 dentes de alho descascado
500g de bacalhau em lascas dessalgado                   
300g de cebola fatiada fininha
1 cenoura cortada em tiras finas (julienne)            
500g de batata cortada em rodelas        
4 colheres (sopa) de azeite extra 0,2     
½ pimentão vermelho em cubos pequenos          
100g de farinha de rosca grossa               
salsinha picada         a gosto

1.      Em uma panela funda, junte um litro de água, o leite, a folha de louro e o dente de alho. Ferva.  Junte as lascas de bacalhau, a cebola fatiada e a cenoura ao líquido fervente, abaixe o fogo e cozinhe por 5 minutos. Escorra e reserve o líquido e o bacalhau separados.
2.      Volte o líquido à panela e cozinhe as rodelas de batata. Escorra e reserve.
3.      Acerte o sal do bacalhau pré-cozido e junte metade do azeite de oliva o pimentão.
4.      Unte um refratário com o Azeite Extra Virgem Cardeal 0,2 e cubra o fundo com as rodelas de batata. Disponha o bacalhau temperado sobre a batata.
5.      Misture a farinha de rosca com a salsinha e salpique sobre o bacalhau. Regue com o azeite de oliva restante e leve ao forno para dourar.
6. Fonte: Azeite Cardeal / Bunge Brasil

Monica Correa
Baccalà Mantecato alla Vicentina
600g de bacalhau em lascas dessalgado
300 ml de leite integral
700 ml de água
200ml de azeite de oliva extra virgem
2 dentes de alho inteiros
3 colheres (sopa) de salsinha picada

1.       Leve para ferver em fogo baixo o bacalhau com o leite e a água e os dois dentes de alho por 20 minutos. Escorra e reserve.
2.       Despetale o bacalhau e coloque na batedeira, usando a pá. Ligue em velocidade baixa e bata até que o bacalhau se desfaça, mantendo alguns pedaços.
3.       Junte o alho cozido e amassado e continue batendo, agora em velocidade um pouco maior. Junte o óleo em fio, e vá batendo até que ele se incorpore todo ao bacalhau.
4.       Por último acrescente a salsinha e desligue imediatamente. Sirva sobre polenta mole, regue com azeite de oliva extra virgem.
5.       Rende 6 porções.



Sinta-se à vontade para comentar os posts.
(faça seu comentário ao final de cada post, no símbolo da canetinha).

Obrigada pela visita!

Lu