Gastronomia, culinária e outros interesses para os apaixonados
pelo prazer de cozinhar, comer bem e harmonizar.

Por Luciane Daux

terça-feira, novembro 25, 2014

25/11/2014 - Gastronômade sob o céu do meio oeste catarinense

A extraordinária experiência de pertencer à tribo que 
segue e reverencia os prazeres da mesa e da taça

Foto: Monica Correa.
Paulo e Miriam Machado, Monica Buffara e eu
fazemos parte dessa tribo. Foto: Alexandre Fachin.
Adoro escrever sobre gastronomia, mas - como em qualquer editoria - há pautas que mexem mais com meu coração de cozinheira, e, nesse caso, com meu pezinho nômade. O projeto Gastronômade Brasil é um desses assuntos que me emocionam ao contar para o meu leitor. Também um dos mais complexos, pois como fazer o leitor sentir o mesmo prazer que eu, sem ter estado "lá"? Sem ter visto o que meus olhos viram, e sem ter degustado o que me foi proporcionado?

Trazido para o Brasil pela empresária Renata Runge, o projeto original é o Outstanding in the Field (OITF) - no Brasil conhecido como Gastronômade -, e já percorreu os Estados Unidos, Canadá e alguns países da Europa.  A ideia é promover um encontro gastronômico,  vinhos e produtos regionais em um cenário de tirar o fôlego.  A próxima edição vai acontecer nesse sábado, em Punta del Este, nas Colinas Garzón (Bodega Garzón).


Villaggio Grando, em Água Doce. Uma vinícola-boutique, palco perfeito para o grande almoço ao ar livre.
Foto Luciane Daux

Maurício Grando, o elegante anfitrião,
brindando comigo, Nalu e Camila
Diavan. Foto Monica Correa.
Já faço parte dessa tribo, tendo estado em três edições do Gastronômade Brasil. Na primeira vez que fui, na Ponta da Piteira, o visual deslumbrante, somado à criatividade do chef andré Vasconcelos, foi arrebatador. Na segunda oportunidade, o chef Klaus Pahl fez um banquete a céu aberto - e que céu - na Vinícola Villaggio Grando, em Água Doce, meio oeste catarinense. E nesse mesmo lugar, estive no fim de semana para a 31a edição desse evento, dessa vez sob os encantos e sabores da chef Manu Buffara e os vinhos VG.


A começar pela própria Vinícola Villaggio Grando, tudo surpreendeu, até mesmo o sol, que teimou em sumir durante toda a semana anterior. O casal Maurício e Josi Grando, e o filho Guilherme, proprietários da VG, foram incansáveis na recepção e hospitalidade perfeitas.


A turma da nossa van: o prazer do evento começou muito
antes, desde nossa saída de Chapecó. Foto: Alexandre Fachin
Foram 130 gastronômades de vários lugares de Santa Catarina, e mesmo de outros estados, reunidos em torno da enorme e sinuosa mesa sob as araucárias nativas da Vinícola. Em poucos minutos, arrebatados pela beleza do local e pelos vinhos VG, já estávamos todos muito à vontade, enquanto convidados continuavam chegando de helicóptero, BMWs e vans. O sol ainda estava quente - pelo horário de verão -  quando os primeiros gastronômades pensaram em retornar às suas casas, certamente já planejando, como nós, o próximo encontro.
Chef Manu Buffara. Foto: Luciane Daux


A chef Manu Buffara, do Manu (de Curitiba), pulso firme na direção de sua equipe, foi incansável mesmo aos quase oito meses de gravidez. Seu cardápio foi inspirado em produtos regionais, como o porquinho assado em fogo de chão e servido com purê de banana, o ceviche quente com tartar de abacate e o arroz caipira com gema mole (fantástico).

Enfim, mais um dia perfeito sob o céu que nos protege.


Arroz Caipira do Manu com gema mole. Foto: Luciane Daux
Ceviche quente com tartar de abacate e dados de melancia. Foto: Luciane Daux









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se à vontade para comentar os posts.
(faça seu comentário ao final de cada post, no símbolo da canetinha).

Obrigada pela visita!

Lu