Gastronomia, culinária e outros interesses para os apaixonados
pelo prazer de cozinhar, comer bem e harmonizar.

Por Luciane Daux

sexta-feira, maio 16, 2014

16/05/2014 - Amido de milho: do fundo do baú para cima da bancada

por Luciane Daux
A caixinha amarelinha mais famosa do mundo? É a do amido de milho.  Nossas mães e avós usavam para engomar roupas, banhos de beleza (colocar algumas colheres de amido de milho na banheira e fazer um banho de imersão, dizem, faz milagres à pele) e contra assaduras. Na cozinha, continuamos usando para fazer mamadeira, mingau, biscoitos, bolachas, cremes, molhos, ufa! Bolos e massas, em geral, ficam mais fofinhos. Para hoje teremos panquecas e gnocchi!

Divulgação
Mingau – Imbatível, não é? Veja a proporção: para cada xícara (chá) de leite, uma colher (sopa) de amido de milho e outra de açúcar. Misturar bem e levar ao fogo baixo, mexendo sempre, até engrossar. Pode polvilhar com canela em pó, se der vontade. Ai, que vontade que deu!

Divulgação
Pizza da Estação: escarola da Basílico
O lançamento da pizzaria Basilico para o outono tem um sabor peculiar e especial que eu, particularmente, adoro. A Pizza da Estação tem base de mussarela e molho de tomate. Vai ao forno e volta à bancada para receber a cobertura de escarola crua fatiada em tiras finas e pedacinhos crocantes de pancetta temperada.



Divulgação
Emporium Jazz para as tardes de sábado

O “mestre dos mares”, Narbal Correa, foi o chef convidado para o sábado passado, o primeiro da 10ª temporada do Emporium Jazz, encontro já tradicional de chefs, gourmets e da boa música, aguardado pelos florianopolitanos. Amanhã a cozinha será dos queridos André Vasconcelos e Janete Borges, com o tema “Saudade” paulistanas: trio de coxinhas, polpetone, arroz de forno com lascas de bacalhau e um bolo de milho com coco em cartoccio. Vou ter que ir ... Ainda em maio (24) Katia Boabaid, Patricia Farias e Otto Bayard e (31) Vitor Gomes.









Luciane Daux
Gnocchi tradicional
A receita é do ICIF – Italian Culinary Institute for Foreigners, Piemonte, Itália, onde estudei. Apesar da paternidade nobre, é facílima e não tem erro! É só misturar os ingredientes, fazer rolinhos da grossura de um dedo, polvilhando farinha de trigo, se necessário, cortar os gnocchi com  1,5cm de comprimento e cozinhar em água salgada fervente, até que eles subam. Escorrer e servir com molho da sua preferência.
Ingredientes:
1 kg de batatas cozidas e espremidas
100g de cada: farinha de trigo, amido de milho, queijo parmesão ralado
1 ovo inteiro
1 colher (sopa) de manteiga

MAIZENA® & Doriana
Panquecas com mel e frutas frescas
1 xícara (chá) de leite
2 ovos
3 colheres (sopa) de açúcar
12 colheres (sopa) de farinha de trigo
8 colheres (sopa) de amido de milho
2 colheres (chá) de fermento em pó
Para untar: margarina

1- Bata no liquidificador o leite, os ovos, o açúcar, a farinha, o amido de milho e o fermento por 1 minuto, ou até que a massa fique levemente cremosa e homogênea. Deixe descansar por 10 minutos.
2- Unte e aqueça uma frigideira pequena (12 cm de diâmetro) em fogo médio e coloque uma concha pequena de massa suficiente para formar uma camada que cubra o fundo da frigideira.
3- Reduza a chama para fogo baixo e frite a panqueca de um lado. Assim que aparecerem bolhas em toda a superfície e a parte de baixo dourar, vire a panqueca com o auxílio de uma espátula, para fritar do outro lado. As panquecas devem ficar grossas, com 1 cm de espessura.
4- Proceda da mesma maneira até terminar toda a massa. Para acompanhar: margarina, mel e frutas frescas.
5- Fonte: MAIZENA® & Doriana


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se à vontade para comentar os posts.
(faça seu comentário ao final de cada post, no símbolo da canetinha).

Obrigada pela visita!

Lu