Gastronomia, culinária e outros interesses para os apaixonados
pelo prazer de cozinhar, comer bem e harmonizar.

Por Luciane Daux

sexta-feira, fevereiro 07, 2014

07/02/2014 - Fruta, doce fruta!

por Luciane Daux
Hoje é dia de sobremesa! Fugindo dos doces habituais e em sintonia com a estação mais quente do ano (ô verãozinho danado, esse!) vamos usar frutas em preparações fáceis e de grande efeito, por sua beleza e sabor. Em todas as receitas de hoje, o sorvete de creme pode fazer excelente companhia. Aproveite!

Julia Ramos
Gastronômade 2014
Inspirados no conceito norte-americano Outstanding in The Fields, os eventos promovidos pela empresária Renata Runge são como restaurantes itinerantes sem paredes, banquetes sustentáveis a céu aberto onde, em grandes mesas coletivas, num culto aos alimentos, pessoas afins se reúnem, conectando gastronomia de qualidade, gourmands e produtores locais. A edição catarinense de 2014 do Gastronômade vai acontecer em um vinhedo, em plena vendimia (colheita), no dia 5 de abril em Água Doce. Será numa das mais belas vinícolas do Brasil, a Villaggio Grando, harmonizando os vinhos VG com a gastronomia do jovem chef Klaus Pahl. A foto que ilustra essa nota é da edição que aconteceu na Cave Geisse, no RS. Mais informações e venda de ingressos: http://www.gastronomadebrasil.com

Rodrigo Rocha
VF Super Size - Se o elegante VF Rosé, nas garrafas francesas tradicional (750ml) e Magnum (1,75L), já era objeto de desejo, a cobiça ficou proporcionalmente maior com o lançamento da versão de 3 litros. O vinho da Vinícola Francioni, elaborado pelo enólogo Orgalindo Bettú nos vinhedos de altitude de São Joaquim, em SC, foi eleito pela Folha de São Paulo como o melhor rosé do Brasil.










As soberanas do Vale dos Vinhedos,
Sabrina Batistello, Patrícia Bresolin e
 Daiane Scopel abriram a pisa das uvas
Milena Schäfer/Conceitocom Brasil
Vendimia no RS - O sábado, dia 1º de fevereiro, foi marcado com a festa da Abertura Oficial da Vindima no Vale dos Vinhedos, no Hotel Villa Michelon, em Bento Gonçalves/RS. A vindima é o segundo melhor período do ano para o enoturismo, ficando atrás apenas do inverno. Até meados de abril a rotina se repete diariamente num vai e vem de caixas e cestos cheios de uvas de diversas variedades, que saem carregados dos vinhedos até às cantinas. Esse é o início do processo de elaboração dos vinhos e espumantes das vinícolas que integram o roteiro, cuja produção responde por 20% dos vinhos finos e 25% dos espumantes nacionais.

Banana, manga ou abacaxi caramelizados
Descasque e corte ao meio, no sentido longitudinal, seis bananas. Pode fazer também com seis fatias de abacaxi ou com três mangas tomiape descascadas e cortadas em pedaços grandes. Numa frigideira derreta duas colheres (sopa) rasas de manteiga com seis colheres (rasas) de açúcar, e as raspas de meio limão taiti. Junte ali as bananas ou as mangas ou as rodelas de abacaxi. Deixe dourar de um lado e então vire para dourar do outro.

Luciane Daux
Maçãs assadas com especiarias
6 maçãs Fuji mini (mini maçãs tipo da Monica ou Disney)
2 colheres (sopa) de nozes picadas
1 ½ colher (sopa) de açúcar mascavo
2 colheres (sopa) de uvas passas sem sementes
2 colheres (sopa) de manteiga em temperatura ambiente
1 colher (café) de canela em pó
4 paus de canela para decorar

1.        Lave  as maçãs. Retire os miolos com o auxílio de um perfurador de maçãs. Reserve.
2.        Misture as nozes, canela em pó e as uvas passas ao açúcar mascavo e à manteiga.
3.        Recheie as maçãs com a mistura e coloque-as assadeira coberta com papel alumínio.
4.        Levar as maçãs ao forno médio (180 a 200oC) por 40 minutos, aproximadamente.
5.        Sirva as maçãs quentes ou frias, com a calda apurada no assado, e decoradas com a canela em pau.

Luciane Daux
Pera em calda de vinho branco
1 colher (chá) de gengibre ralado
4 peras firmes, descascadas inteiras e com o cabinho
2 cravos da Índia
1 ½  xícara (chá) vinho branco seco
1 ½  xícara (chá) de água
10 colheres (sopa) de açúcar
              
1.        Em uma panela pequena, que caiba somente as quatro peras, leve para ferver o vinho, a água, o açúcar, o cravo e o gengibre.
2.        Junte as peras e cozinh2 por 15 minutos em fogo médio-baixo, com a panela parcialmente tampada.
3.        Sirva quente ou fria com sorvete de creme em bolas. Se desejar, deixe derreter o sorvete e coloque no fundo do prato, ou ainda pode fazer um creme inglês (aquele que acompanha o sagu).

4.       Rende 4 porções.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se à vontade para comentar os posts.
(faça seu comentário ao final de cada post, no símbolo da canetinha).

Obrigada pela visita!

Lu