Gastronomia, culinária e outros interesses para os apaixonados
pelo prazer de cozinhar, comer bem e harmonizar.

Por Luciane Daux

sexta-feira, novembro 01, 2013

01/11/2013 - Gorgonzola, um senhor queijo


EDIÇÃO DE 01/11/2013  DA COLUNA COZINHA DE ESTAR/JORNAL NOTÍCIAS DO DIA, por Luciane Daux
©iStockphoto.com/halifaxsxc
Relatos históricos nos levam ao século IX, na localidade de Gorgonzola, proximidades de Milão (Lombardia). Um queijo feito de leite gordo de vaca, de sabor levemente salgado e picante. O aroma é forte, responsável por sentimentos antagônicos: amá-lo ou odiá-lo?  Para quem pensa que queijo é só aperitivo, ele vem para provar que faz bonito in natura, como entrada, prato principal e até como sobremesa. Junto com seu primo francês Roquefort, está entre meus preferidos.

Gorgonzola X Roquefort
O Gorgonzola nasceu na Itália e é feito a base de leite de vaca. O Roquefort, por sua vez, nasceu na França e é feito com leite de ovelha. Ambos são queijos azuis (blue cheese) e têm os veios azulados, produtos do fungo do gênero penicillium (glaucun e roqueforti, respectivamente) e passam por processos de salga e maturação.

Bons casamentos
Misturado à polenta mole
Peras cruas em fatias ou num risotto
Damascos recheados
Num molho para massas, com nozes
Em pedaços, na salada verde
Na pizza

Qual vinho?
“Os vinhos de sobremesa, em especial os brancos de colheita tardia ou botrytisados, casam perfeitamente com o Gorgonzola. Devido ao grande equilíbrio entre a doçura e acidez, limpam a boca e exaltam os sabores. A combinação clássica é com o Sauternes, mas indicamos aqui o lendário Tokay Aszú 6 Puttonyos Pendits/Hungria, para uma completa harmonia pela força aromática de ambos e os seus contrastes,” nos indica a sommelière Regina Essenburg, da Essen e Decanter Vinhos.

Divulgação
Gourmandises Catarinenses
Será lançado no próximo dia 4 de novembro, na Assembléia Legislativa, o livro Gourmandises Catarinenses. Escrito pelo jornalista João Lombardo e produzido pela Propague, é um mergulho na cozinha clássica, na nova gastronomia (apresenta 60 receitas de chefs que atuam nos restaurantes do Estado) e nos produtos premium de Santa Catarina, como os vinhos finos de altitude, as cervejas artesanais e os destilados.  Uma obra que merece destaque em qualquer biblioteca de gastronomia.









Luciane Daux
Camarões gratinados sobre abóbora

600g de camarões médios sem casca
½  cebola média picada
2 dentes de alho picados
2 colheres (sopa) de manteiga
4 colheres (sopa) de suco de limão siciliano
200g de creme de leite (pode ser o da caixinha)
200g de queijo gorgonzola
200ml de caldo de legumes
1 rodela de abóbora de pescoço de aproximadamente 600 a 800g, com a casca
Azeite de oliva para untar
Sal a gosto

1.        Unte a rodela de abóbora com azeite de oliva. Salgue ligeiramente e leve ao forno médio (200oC) em assadeira antiaderente por 40 minutos, virando na metade do tempo. Se ao final desse tempo a abóbora ainda não estiver macia, deixe um pouco mais. Retire do forno e reserve na forma.
2.        Tempere o camarão com o suco de limão e sal e deixe tomar gosto por 30 minutos.
3.        Numa panela média, doure a cebola em fogo médio. Junte o alho, refogue e então acrescente o camarão, mexendo sempre. Quando o camarão mudar de cor e ficar rosado, acrescente o creme de leite e o queijo gorgonzola amassado. Deixe levantar fervura, acerte o sal e desligue.
4.        Coloque o camarão com o molho de queijo sobre a rodela de abóbora assada e leve ao forno médio (200oC) até ferver.
5.        Sirva com arroz branco.

©iStockphoto.com/pixelfreak
Cogumelos recheados
(6 porções)
2 colheres (sopa) azeite de oliva
2 dentes de alho picados
50g de vinho branco
100g caldo de vegetais
18 cogumelos tipo Paris ou Terras Altas médios
40g farinha de rosca
100g queijo gorgonzola cortado em 18 pedacinhos
40g parmesão ralado
30g de salsinha picada
Pimenta do reino e sal a gosto
1 tomate sem sementes em tirinhas

1.        Limpe os cogumelos com um pano úmido ou papel toalha (jamais passe os cogumelos em água!). Retire os cabinhos dos cogumelos e pique-os. Reserve os chapéus.
2.        Murche o alho com o azeite de oliva. Junte os cabinhos picados e refogue bem até que fiquem bem macios.  Acrescente o vinho branco e o caldo de legumes e deixe levantar fervura. Desligue, junte a farinha de rosca, acerte o sal e pimenta.
3.        Recheie os chapéus dos cogumelos colocando no fundo um pedacinho do gorgonzola e cobrindo com o refogado. Polvilhe com parmesão. Coloque um pedacinho de tomate.
4.        Leve ao forno alto, e pré-aquecido, por 15 minutos ou até os cogumelos ficarem macios.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se à vontade para comentar os posts.
(faça seu comentário ao final de cada post, no símbolo da canetinha).

Obrigada pela visita!

Lu