Gastronomia, culinária e outros interesses para os apaixonados
pelo prazer de cozinhar, comer bem e harmonizar.

Por Luciane Daux

sexta-feira, setembro 13, 2013

13/09/2013 - Couscous de sêmola, um acompanhamento cheio de sabor e leveza

EDIÇÃO DE 06/09/2013  DA COLUNA COZINHA DE ESTAR/JORNAL NOTÍCIAS DO DIA, por Luciane Daux
O cuscuz de milho é um velho conhecido do brasileiro, incrementado com ovos e camarão. O de tapioca, uma delícia, acompanhado de leite condensado, é a melhor parte dos cafés da manhã do nordeste. Já o couscous de sêmola (um derivado do trigo), ou marroquino, como comumente chamado, é ainda raro nas nossas mesas, um bem-vindo estrangeiro. Normalmente de origem francesa, italiana ou marroquina, pelo teor de carboidratos substitui bem a batata e as massas nos acompanhamentos quentes ou frios. Muito fácil de preparar e de alto rendimento, e hoje em dia com preço bastante acessível (em torno de R$ 9 a caixa com 500g, rende para 10 a 12 porções depois de pronto), merece que você faça a prova!

Divulgação
Feijoada do Bem
Já na sua 8ª edição, a Benefest acontecerá no último domingo deste mês. A gastronomia tem assinatura do Styllu’s Buffet, Churrascaria Galpão Pegorini e Penhasco. Toda a arrecadação vai para o Centro de Educação e Evangelização Popular (Cedep). A ONG, vinculada ao Instituto Vilson Groh, atende 300 crianças e jovens do bairro Monte Cristo e a Benefest responde por 70% de toda a receita anual.
O quê: 8ª Benefest – A Festa Que Faz Bem
Quando: 29 de setembro (domingo)
Onde: Lagoa Iate Clube (LIC) - Rua Hypólito V. Pereira, 620 – Lagoa da Conceição.
Quanto: R$ 70 (camiseta-ingresso com direito a feijoada e open bar). Pontos de venda: Imperatriz Gourmet - Beiramar Shopping, www.blueticket.com.br

Mais informações pelo (48) 3223-6779

Divulgação Divella
Modo de preparo básico
250 g de couscous de sêmola (marroquino)
1 colher (sopa) de manteiga
250 ml de caldo de legumes bem quente
Importante lembrar que o couscous não vai para a panela para cozinhar, ok?? Em um refratário,  coloque o couscous  manteiga e caldo bem quente. Misture e deixe descansar por 5 minutos. Depois desse tempo afofe o cuscuz com dois garfos e aplique na receita.

Variações
Acompanhe com um frango em pedaços ensopado com especiarias (cravo, canela, raspas de limão siciliano, pimenta síria) e legumes como grão de bico, vagem torta, abobrinha, cenoura e cebola. Delícia! Experimente fazer tabule colocando o couscous de sêmola já hidratado no lugar do trigo de quibe.

Zuhause Catering no Villas Café
Rocco Küffner&Clau Barreto são Chefs convidado para comandar o almoço deste sábado, no Villas Café, em Jurerê. No cardápio especial, risotto de funghi e presunto cru ao vinho tinto, filé de peixe da estação com aipim frito e salsa de frutas exóticas, e strudel de pera e damasco seco com creme de baunilha e sorvete de chocolate. Fica a sugestão para o seu sábado de feriado. Anote o endereço:  Al. César Nascimento 322, loja 85.

Luciane Daux
Couscous marroquino de camarão
Abobrinha verde, cenoura, pimentão vermelho: um de cada, picados em cubos de 1cm
1 xícara (chá) de cranberry ou outra frita seca e cítrica
1/2 kg de camarão médio limpo (ou 1kg sujo) temperado e salteados na manteiga
sal e pimenta
1.        Prepare o couscous como indicado acima e leve ao forno médio por 8 minutinhos para secar bem. Reserve.
2.        Em uma frigideira bem quente, frite os legumes, mas deixe "al dente", tempere com sal e pimenta e por fim coloque o cranberry.
Junte esta mistura e os camarões ao cuscuz já cozido.
3.        Finalize misturando o couscous com o camarão, legumes e duas colheres (sopa) de raspa de limão siciliano, 1/2 xícara (chá) de salsinha picada, 1/2 xícara (chá) de manjericão picado, 1/3 de xícara (chá) de azeite de oliva.
4.        Receita é da Cinthia Balsini, gourmet e minha aluna, super-antenada e talentosa.

Tajine de cordeiro agridoce com couscous
(para 6 pessoas)
1,5kg de carne de cordeiro (pernil ou alcatra, sem gordura) em cubos de 2cm
2 dentes de alho picados
2 colheres (sopa) de cada:  manteiga, óleo de gergelim, roxas picadinhas, gengibre picado
1 colher (sopa) cada: açafrão em pó, pimenta síria em pó, mel
1,5 litro de caldo de carne
1 pau de canela
100g de damascos secos
200g de amêndoas em lâminas tostadas
Sal a gosto
250g de cuscuz se sêmola preparado

1.        Tempere os cubos de cordeiro com sal, alho picado, gengibre picado, açafrão em pó e a pimenta síria em pó. Deixe tomar gosto por 30 minutos.
2.        Em uma panela grande, de fundo grosso, aqueça a manteiga e o óleo de gergelim em fogo médio. Refogue ali a cebola picada. Quando estiver dourada, aumente o fogo e junte os cubos de cordeiro temperados. Refogue bem até que o cordeiro comece a pegar cor. Baixe o fogo.
3.        Junte o caldo e deixe cozinhar por uma hora ou até o caldo começar a ficar mais denso. Junte a canela em pau, o mel e os damascos secos e cozinhe por mais 15 minutos.
4.        Sirva sobre o couscous cozido e salpique com as amêndoas laminadas.
5.        Observação: tajine é também o nome dessa panela que se parece com um chapéu chinês, também chamada de cuscuzeira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se à vontade para comentar os posts.
(faça seu comentário ao final de cada post, no símbolo da canetinha).

Obrigada pela visita!

Lu