Gastronomia, culinária e outros interesses para os apaixonados
pelo prazer de cozinhar, comer bem e harmonizar.

Por Luciane Daux

sexta-feira, setembro 07, 2012

07/09/2012 - Estrogonofe para todos os gostos

EDIÇÃO DE 07/09/2012 DA COLUNA COZINHA DE ESTAR/JORNAL NOTÍCIAS DO DIA, por Luciane Daux
Mas afinal qual a origem desse prato, presente em cardápios do mundo todo e que, há muito, caiu no gosto popular brasileiro?  Boeuf Stroganoff ou Bouef Stroganov tem a Rússia na sua certidão de nascimento, ainda no século XIX. Depois andou pela França, aonde ganhou sotaque mais gourmet. Na receita original aparece somente a carne bovina, mas tudo pode acontecer: frango, camarão, carne seca, vegetariano. É um prato democrático: cada um já criou uma receita própria, a partir da original, mantendo sempre o creme de leite. Aproveite o feriado e experimente!

Divulgação
Benefest: jeito gostoso de fazer o bem
A 7ª grande feijoada solidária da Benefest será realizada dia 30 de setembro, das 11,30 às 17h no Lagoa Iate Clube (LIC). Toda a renda do evento é destinada ao atendimento de crianças e adolescentes da comunidade do Monte Cristo, através do Cedep, presidido pelo padre Vilson Groh. Camisetas-convite podem ser adquiridas com as voluntárias ou no Imperatriz Gourmet, no Shopping Beiramar. Participe!

Como seria a receita original
Saltear na manteiga tiras médias de carne temperadas com sal e páprica picante e polvilhadas com farinha de trigo. Reservar. Na mesma panela e ainda com manteiga, refogar cebola em tirinhas até dourar. Juntar as tiras de carne já salteadas e cozinhar com um pouco de caldo (de carne). Finalizar com creme azedo ou creme de leite fresco.

Pkemp STOCK.XCHNG
Flambar?
Flambar vem do francês flambé, que significa literalmente estar em chamas. Esse processo adiciona à receita um sabor sutil, que faz toda a diferença. Como flambar: com uma concha de cabo longo, regar com uma bebida de alto teor alcoólico (conhaque, rum, whisky, vodka ou mesmo cachaça)  um alimento quente ainda na panela e colocar fogo. Deixar que o fogo se apague sozinho e seguir a receita.

Cremedeleite.net
Estrogonofe lá de casa
1kg de filé mignon em tiras de 1 x 3 cm
2 colheres (sopa) de manteiga
½ copo de conhaque
1 cebola picada
1 xícara (chá) de caldo de carne
4 colheres (sopa) de catchup
2 colheres (sopa) de mostarda
4 colheres (sopa) de molho inglês
½ xícara (chá) de champignons em fatias
300g de creme de leite (em lata com ou sem soro ou fresco)
Sal a gosto

1.        Tempere a carne com sal. Aqueça bem uma frigideira e frite a carne aos poucos, na manteiga, flambando* cada pouco com o conhaque. Reserve.
2.        Ainda na manteiga refogue a cebola até dourar. Junte o caldo de carne e as tirinhas fritas, o cogumelo, catchup, mostarda, molho inglês e o creme de leite. Deixe levantar fervura e encorpar e está pronto!

Estrogonofe de camarão com alho poró
Chef Vitor Gomes – Ponto G Gastronomia
600 g de camarão descascado e evicerado
1 taça de conhaque
1 taça de vinho branco seco
350 g de nata
50 g de manteiga sem sal
1 cebola picada
4 alho porós (com a parte verde bem fresca)
50 ml de azeite de oliva
2 colheres (sopa) de farinha de trigo
1 colher (sopa) de paprica picante
sal e pimenta o quanto baste

1. Tempere o camarão com sal, pimenta e paprica. Passe o camarão temperado pela farinha de trigo e retire o excesso.
2. Em uma frigideira bem quente, coloque um fio de azeite de oliva e grelhe os camarões, flambando os mesmos com o conhaque ao fim da operação. Reserve.
3. Em uma panela, coloque uma colher de manteiga e um fio de azeite em uma panela, e sue a cebola e o branco do alho poró, sem deixar dourar. Junte o vinho branco e deixe reduzir, juntando o creme de leite ao final. 
4. Ferva água abundante com pouco sal e coloque ali a parte verde do alho poró por um minuto. Em seguida mergulhe em gelo para parar a cocção (branqueamento). Passe os verdes do alho poró, com metade do molho de creme e o refogado de cebola pelo liquidificador, batendo até ficar bem liso.
5. Misture todas as preparações com o camarão já grelhado e flambado e faça a correção de sal e pimenta, se necessário. Se por ventura o molho ficar muito espesso, dilua com um pouco de leite ate o ponto desejado.
6. Sirva com arroz branco e batata palha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se à vontade para comentar os posts.
(faça seu comentário ao final de cada post, no símbolo da canetinha).

Obrigada pela visita!

Lu