Gastronomia, culinária e outros interesses para os apaixonados
pelo prazer de cozinhar, comer bem e harmonizar.

Por Luciane Daux

sexta-feira, setembro 30, 2011

30/09/2011 - Forno de microondas: um moderno senhor de 66 anos

EDIÇÃO DE 30/09/2011 DA COLUNA COZINHA DE ESTAR/JORNAL NOTÍCIAS DO DIA,
por Luciane Daux

O microondas foi inventado por acaso por Percy Spencer, um técnico da empresa americana Raytheon, enquanto trabalhava no desenvolvimento de radares. O primeiro alimento cozido deliberadamente ali foi a pipoca, num processo patenteado em 8 de outubro de 1945. Em 1947 foi construído o primeiro forno de micro-ondas comercial (foto), o Radarange. Tinha 1,70 m de altura e pesava 340 kg. Confesso que sou uma daquelas (muitas) pessoas que, na maior parte do tempo, só se utiliza do microondas para aquecer a comida. Mas reconheço: é uma das maiores invenções que se tem notícia na cozinha desde que o homem conseguiu produzir fogo. É prático, ligeiro, seguro, evita sujar louças e panelas e ainda ajuda – e muito – a fazer refeições leves, com pouca ou nenhuma gordura.

Croissonho
Croissants artesanais
Com mais de 50 opções em croissant, a Rede Croissonho abriu lojas em Florianópolis e São José, respectivamente na Av Osmar Cunha e Rua Koesa. Produzidos de forma artesanal, os famosos pães franceses vêm acompanhados por recheios salgados ou doces, à escolha do cliente.

Dica de cozimento
As microondas são atraídas pela quantidade de umidade, açúcar ou gordura contidas nos alimentos. Assim sendo, alimentos com maior teor de umidade cozinham mais rapidamente do que os secos. Adicione um mínimo de água necessária para umedecer os alimentos, pois o excesso retardará o cozimento. Fure batatas, berinjelas, gemas de ovos e demais alimentos que tiverem peles ou membranas protetoras com palito, para permitir a saída dos vapores. (Dica de WWW.livrodereceita.com)

Crocante e sequinho
Forre um prato refratário com papel toalha. Coloque ali tiras de bacon, sem sobrepô-las, e cubra com outra camada de papel toalha. Ligue o microondas na potência máxima por dois minutos, aumentando, depois, 30 segundos por vez, até que o bacon fique pronto.

Microwave Recipes Cookbook
Peixe com cogumelos ao molho de soja
1 xícara (chá) de cogumelos picados (ou berinjela ou abobrinha)
1 tomate em rodelas
4 rodelas de limão siciliano
2 colheres (sopa) salsinha picada
4 colheres (sopa) de molho de soja
4 filés de peixe (linguado, pescada, congrio ou outro de carne firme)
2 xícaras (chá) vagem cozida no vapor
Sal a gosto

1. Misture os cogumelos com a salsinha e o molho de soja.
2. Coloque os filés de peixe em um recipiente de vidro temperado. Salgue.
3. Coloque uma rodela de tomate sobre cada filé e por cima os cogumelos picados.
4. Leve ao microondas por 4 a 6 minutos (dependendo da espessura do peixe) e sirva com o limão, acompanhado de legumes da sua preferência.

Macarronada Italiana
Legumes primavera
Chef Ézio Librizzi
4 berinjelas
1 pimentão vermelho e 1 amarelo
1 abobrinha
1 maço de brócolis cozido a parte com água e sal
2 folhas de louro
5 dentes de alho fatiados
100 ml azeite
3 cravos da Índia
Alecrim, manjericão, sálvia, orégano fresco, pimenta do reino, sal, azeite extra virgem temperado a gosto

1. Corte as extremidades das berinjelas, perfure-as com palito ou faca, salgue e coloque-as em pé por meia hora para escorrer parte do líquido e tirar parte do gosto amargo. Pique em cubos, retirando um pouco das sementes.
2. Retire as sementes e a pele dos pimentões e pique em tirinhas. Pique a abobrinha e os brócolis cozidos. Coloque todos os ingredientes e temperos em um recipiente de vidro, misture e leve ao forno microondas por cerca de 15 minutos, dependendo de cada forno.
3. Sirva como antipasto ou acompanhamento. “Depois de pronto, pode ser servido para acompanhar tanto um churrasco, quanto um belo tagliarini”, comenta o Chef Librizzi, proprietário da Macarronada Italiana.

sexta-feira, setembro 23, 2011

23/09/2011 - Estão voltando as flores: mesa colorida para dar as boas vindas à primavera

EDIÇÃO DE 23/09/2011 DA COLUNA COZINHA DE ESTAR/JORNAL NOTÍCIAS DO DIA,
por Luciane Daux

Começa hoje a primavera. Tempo de romance, bom para as cores quentes à mesa, no copo e nos pratos. Vermelho, amarelo e alaranjado dão o tom com flores comestíveis, frutas e legumes crus. Para esperar uma temperatura mais alta, as receitas são leves, ótimas para refeições ao ar livre já que podem ser servidas quentes ou frias.

Confraria do champanhe
Nesta semana a Confraria Feminina do Champanhe de Florianópolis promoveu a 2ª edição da Avaliação de Espumantes no Mercado Brasileiro – categoria de R$ 40,00 a R$ 100,00. O evento, realizado na Alameda Casa Rosa, visou aprimorar o estudo da bebida e identificar produtos que apresentem uma boa relação de custo e qualidade. Dentre os 12 rótulos inscritos, o júri, formado por integrantes da confraria e por enólogos, sommeliers e jornalistas da área, classificou com a medalha de ouro o espumante Dal Pizzol Brut Champenoise. A medalha de prata ficou com a Cava L'Hereu Raventos e a de bronze com a Salton 100 anos.

Beto Goulart
Aperol Spritz
Está na moda o charmoso drink italiano que é como a nova estação: colorido, gostoso, refrescante. A dica, exclusiva para os leitores da Cozinha de Estar, é do André Barbosa, o sempre criativo barman do Emporium Bocaiuva. “Em uma taça old fashioned com gelo e meia rodela de laranja, coloque três partes de Prosecco, uma parte de água e duas partes de Aperol e sirva.”



Family Fun
Sanduiche-flor
Simples como a vida deve deve ser: fatias de pão de forma cortadas com moldes para biscoito (compra-se nos bazares do vão central do Mercado Público), recheadas com geléia. Um carinho a mais.










Divulgação
Tira-gosto colorido
Os franceses chamam de crudités. São legumes como o pepino japonês, cenoura, pimentão amarelo e vermelho crus, cortados em tiras. Faça um molhinho: um pote de iogurte natural, uma colher (chá) de mostarda, outra de molho inglês, duas de azeite de oliva e sal a gosto. Leve e saudável!







Eye Watering
Salada arco-iris
1 pacote de baby leafs* (mini folhas de alface, rúcula, beterraba, agrião)
1 xícara (chá) de tomates cereja
1 xícara (chá) de cogumelos crus fatiados
1 maçã cortada em 8 partes
Flores comestíveis*

Molho:
8 colheres (sopa) de azeite de oliva
8 colheres (sopa) de suco de laranja
Sal a gosto

1. Junte as baby leafs com os tomatinhos, cogumelos e a maçã.
2. Misture os ingredientes do molho, e sirva sobre a salada. Decore com as flores.
3. *Baby leafs e flores comestíveis se encontram nos supermercados

Borges
Limões sicilianos recheados
3 limões sicilianos grandes
2 colheres de sopa de salsinha fresca picada na hora
1/2 pimentão amarelo e 1/2 pimentão vermelho (sem pele) em cubos
2 cebolas roxas frescas em cubos
2 xícaras (chá) de couscous marroquino/semolina
suco de meio limão
1/2 xícara (chá) de azeite extra virgem Borges
6 camarões médios limpos e com o rabo para decorar
1 colher (sopa) de corcuma para colorir o açafrão
3 xícaras (chá) de água quente
3 tomates sem pele cortados em cubos pequenos
2 dentes de alho picados
sal e pimenta a gosto

1. Corte os limões ao meio e esvazie-os com o auxílio de uma colher.
2. Misture os pimentões, cebola, tomate com o alho e adicione o azeite de oliva (marinada). Tempere com sal e pimenta a gosto.
3. Em uma vasilha plana, adicione o couscous e o açafrão misturando bem. Adicione água morna e misture bem, conforme indicação do produto. Adicione imediatamente o restante do azeite extra virgem e misture, para que o couscous não grude.
4. Junte os pimentões, tomates e alho marinados em azeite e misture bem. Adicione o suco de limão e a salsinha fresca.
5. Grelhe os camarões, temperados com sal e pimenta e regados com azeite.
6. Coloque o limão no centro do prato com o couscous colorido e perfumado dentro. Adicione o camarão para decorar e regue com azeite de oliva. Sirva imediatamente.
7. A dica desta receita foi do Chef Ricardo Caldas, retirada da coleção do Azeite de Oliva Borges.

quinta-feira, setembro 22, 2011

Jantar beneficente em favor dos desabrigados pelas enchentes do Vale, neste sábado 24/9

Neste sábado o blog Cozinharemeuhobby.blogspot.com, em parceria com o Hippo Supermercado, faz jantar beneficente na AABB de Coqueiros em Florianópolis, em benefício dos desabrigados das enchentes no Vale do Itajaí. O prato único será carreteiro, feito por Carlos Vilas Boas, dono do blog que vem ganhando muitos acessos, onde relata suas aventuras na cozinha. Colabore!
Serviço:
Carreteiro beneficente em prol dos desabrigados das enchentes do Vale do Itajaí
Quando: dia 24/9, sábado, às 20h
Onde: AABB de Coqueiros
Ingressos: R$ 20, na AABB, Hippo ou pelo telefone (48) 8814-8088

 



terça-feira, setembro 20, 2011

20/09/2011 - Piemonte encerra Giro D’Italia no Bianco Restaurante

Com texto do Escritório de Comunicação - 48 9972-2131

A culinária da famosa região italiana do Piemonte – com seus cenários montanhosos, onde nascem os vinhos robustos, complexos e desejados – é o tema do último Giro D’Italia, o programa enogastronômico do restaurante Bianco

O projeto de Inverno se despede nesta quinta-feira, 22 de setembro, com um cardápio típico, explorando receitas clássicas como a Fonduta Piemontese (uma fondue do original queijo Fontinha), servida com croutons, que virá como entrada, acompanhada de um vinho branco Gavi la Luciana 2009.

Barbaresco Corsini 2005
O primeiro prato é o Risotto Ubriaco, feito com vinho tinto, linguiça e feijão branco. Para harmonizar, um Nebbiolo Langhe 2006. E como as carnes são carro-chefe na gastronomia da região, o secondo piatto privilegia a tradição bem local: Brasato al barbera com polenta – que nada mais é do que um suculento tatu assado na panela com vinho tinto, e que vem á mesa com uma polenta cremosa. Aqui, o clásico Barbaresco Corsini 2005. O Barbaresco é considerado uma das joias do Piemonte e mais que indicado a degustação com assados. Por último, Tartufo e Gelato alla Gianduia (trufa de chocolate com sorvete de avelã), com uma taça de Asti Araldica, adocicado, perfeito para a arte final.

O jantar é servido a partir das 21 horas. Para participar é preciso fazer reserva com antecedência (48/3209-3777), já que neste dia o Bianco atende somente para o Giro D’Italia. O preço por pessoa é de R$ 90,00 (com desconto de R$ 10,00 para quem pagar em dinheiro), mais a taxa de serviço. O Bianco restaurante fica na Rua Bocaiúva, 1761, na região da Beira-mar Norte.

sexta-feira, setembro 16, 2011

16/09/2011 - Quiches: um curinga na sua cozinha

A Lorraine, de bacon, é a mais tradicional e data do século XVI, França. Acrescentando cebolas refogadas, teremos a alsaciana. Quiches são como um coringa: depois de você dominar o jeito de fazê-las, vai variar a receita com muita facilidade. Alho poró ou brócolis refogados, salmão, cogumelos são algumas das variações. Mas lembre-se: para ser uma verdadeira quiche, creme de leite, os ovos e o queijo têm que estar sempre presentes. Pessoalmente, gosto de acrescentar uma pitada de noz moscada. Experimente também fazer mini quiches (foto).

Benefest: jeito gostoso de fazer o bem
A 6ª grande feijoada solidária da Benefest será realizada dia 2 de outubro, no Lagoa Iate Clube (LIC). Toda a renda do evento é destinada ao atendimento de crianças e adolescentes da comunidade do Monte Cristo, através do Cedep, presidido pelo padre Vilson Groh. Camisetas-convite podem ser adquiridas com as voluntárias ou no Supermercado Imperatriz da Avenida Mauro Ramos. Participe!

Aulas com desconto
Chef Silvia Nicolau ministrará o curso Festival de Cupcakes no dia 22/9, com 3 horas de duração. O público-alvo são as crianças e as inscrições podem ser feitas com desconto especial pelo site http://www.cauax.com Mais informações pelo telefone (48) 3225-8631.

Jantar da Alemanha
Bem apropriadamente o Chef alemão Heiko Grabolle comandará o fogão na 4ª edição do Volta ao Mundo da Decanter Florianópolis, neste dia 27/9. O país visitado é a Alemanha, com sua rica cultura enogastronômica. A harmonização com vinhos especiais será dirigida pelo jornalista e sommelier João Lombardo. Reservas pelo fone 3223-1500.

Forma Noblesse
Massa básica de quiche – patê brisèe
250g de farinha de trigo
125g de manteiga gelada
1 gema
50ml de água
Pitada de sal

Misture todos os ingredientes com as pontas dos dedos, com cuidado para não “esquentar” a manteiga. Deixe a massa descansar na geladeira por uma hora, embrulhada em filme pvc. Abra com um rolo e coloque sobre uma forma própria para quiche. Use uma com fundo removível (foto). Fure o fundo da massa com a ponta de um garfo e então coloque o recheio do seu gosto.

Brennans Cooking
Quiche Lorraine
250g de bacon magro em cubinhos
½ copo de vinho branco seco
2 ovos inteiros + 2 gemas
250ml de creme de leite fresco ou de caixinha
250ml de leite integral
Sal, noz moscada e pimenta do reino a gosto
200g de queijo emmental ou gouda ou gruyère ralado

1. Leve para cozinhar o bacon e o vinho até que este evapore e o bacon frite ligeiramente.
2. Montagem: coloque o bacon frito sobre a massa. Depois coloque o queijo ralado e, por fim, o creme de ovos.
3. Leve ao forno médio pré-aquecido por 30 minutos ou até dourar.

Gliving
Quiche de espinafre
2 xícaras (chá) de folhas de espinafre
1 dente de alho picado
300g de creme de leite fresco ou de caixinha
200ml de leite integral
200g ricota amassada
3 ovos inteiros + 2 gemas
Sal, noz moscada e pimenta do reino a gosto
100g de queijo parmesão ralado

1. Refogue o alho em um pouco de azeite de oliva e junte as folhas de espinafre. Refogue até que murchem bem. Desligue, esprema e pique as folhas.
2. Bata os ovos inteiros mais as gemas, creme de leite, leite, sal e pimenta. Misture o espinafre e a ricota amassada. Coloque sobre a massa e polvilhe com o queijo ralado.
3. Leve ao forno médio pré-aquecido por 30 minutos ou até dourar.

sexta-feira, setembro 09, 2011

09/09/2011 - Quarteto em Cy: afinado também na cozinha

EDIÇÃO DE 09/09/2011 DA COLUNA COZINHA DE ESTAR/JORNAL NOTÍCIAS DO DIA, por Luciane Daux

Arquivo pessoal Cynara Faria com fotomontagem de Aurélio Baptista
Com surpresa descobri, no vai-e-vem de tantos emails, que as afinadas Cynara, Cybele e Sonia adoram cozinhar. Cyva mantém uma distância regulamentar do fogão. As Cy (-nara, -bele, -va) são irmãs e baianas; já Sonia é carioca. Desde 1964 o Quarteto embala o Brasil com o melhor da MPB, incentivado por Tom Jobim, Vinícius, Chico e outros gigantes da nossa música. Que privilégio trocar receitas com essas mulheres maravilhosas que falam de Chico - o Buarque - e Caymmi com intimidade, elas que são as musas inspiradoras da Banda Sabor Brasil, da qual faço parte (e que ansiedade: amanhã eu e a chef grega Spiri Baptista vamos cozinhar para elas)! Senhoras e senhores, com vocês o Quarteto em Cy na Cozinha de Estar, exclusivo para o ND.

Arquivo pessoal Cynara Faria
“Só ando em boa companhia”: em 1964, Cyva, Cybele, Cynara e Cylene - a formação original do Quarteto, com Vinicius e Caymmi, Oscar Castro Neves e Aloysio de Oliveira
“Prepara e bota na mesa com todo o paladar, depois, acende outro fogo, deixa tudo queimar”
(Letra de Feminina, de Joyce, interpretada pelo Quarteto em Cy). Assista e relembre:



Show neste sábado
Quarteto em Cy se apresenta amanhã no Café da Corte (São José), com o show Vinícius e Caymmi. Somente com reservas, pelo fone 3259-9915. Assista aqui o convite de Cynara:


Liquigás
Vatapá simplérrimo da Cynara
“Tenho umas receitinhas básicas que até me foram passadas por mãe, pelo Chico (o Buarque), pelo Luizinho (o Eça) e por aí vai. Mas sempre com um toque meu. Tem de ter o toque pessoal da criação, gosto e emoção ao cozinhar, não é?” – Cynara, que canta solo a música Vatapá, de Caymmi

2 pães de forma sem casca
1 vidro pequeno de leite de côco
Leite
1 cebola grande em rodelas
½ pimentão
1 tomate médio
8 camarões frescos temperados com alho e pouco sal
1 vidrinho de azeite dendê
Coentro e salsa
Gengibre

“Os dois pães de forma são amassados e embebidos no leite de côco com um pouco mais de leite de caixa. Bater tudo no liquidificador, de forma que fique uma massa homogênea e não muito grossa. Juntar o tomate, a cebola, pimentão, a salsa e o coentro ao gosto do freguês. Depois, põe-se numa panela grande e funda e vai mexendo até cansar a mão, colocando sempre um pouco mais de leite de côco misturado ao leite comum para não embolar (como diz o Caymmi). Quando soltar do fundo da panela, põe-se o azeite de dendê aos poucos e, sempre mexendo, no final, os camarões já refogados em alho e sal, não deixando que eles fiquem muito cozidos pra não emborracharem. Eu costumo ralar um pouco de gengibre e colocar na panela. E pronto, é só servir o vatapá que se come acompanhado de um belo arroz soltinho e, se quiser engordar um pouco mais, uma farofa de dendê também. Mas se quiser maneirar, saladinha e um chá de endro depois, para as coisas se assentarem em seus devidos lugares.”

Carne de sol completa com purê de macaxeira da Sonia
“Amo cozinhar e saborear também e acho que vamos trocar muitas figurinhas além das musicais. Tenho um fogão e forno à lenha e gosto de fazer umas broas nele, pizzas, churrascos . Já viu , né? (...) Unir musica e gastronomia é tudo de bom!” - Sonia
500g de carne de sol
2 colheres(sopa) de leite
Água
2 colheres (sopa) de manteiga de garrafa (compra-se em casas de produtos nordestinos, senão use uma boa manteiga sem sal
1 cebola roxa grande
Banana frita, batata doce cozida, pimentão em tiras
Queijo de coalho ou parmesão ralado

“Coloque a carne em uma panela de pressão e cubra com a água e o leite. Cozinhe por 20 minutos. Retire e fatie a carne. Aqueça a manteiga em uma frigideira e refogue a cebola. Quando começar a dourar acrescente a carne fatiada e mexa misturando à cebola. Coloque em uma travessa decorando com a banana, a batata doce e o pimentão. Polvilhe o queijo ralado e sirva com o purê de aipim. (Para o purê, cozinhe 500 g de aipim em água e sal até amaciar. Escorra e esprema. Leve a massa em fogo baixo, acrescente 2 colheres (sopa) de manteiga e 2 colheres (chá) de creme de leite, misturando bem. Pimenta do reino a gosto e mais sal, se precisar.”

Omelete da Mamãe (Cybele quem mandou)
01 ovo
½ colher de sopa de amido de milho (maisena)
01 pitada de sal
01 colher de sopa de óleo de soja

“Bater a clara em neve, acrescentar a gema, batendo sem parar. Por último misturar bastante o amido de milho e o sal. Em fogo brando usar uma frigideira e, no óleo bem quente, colocar a mistura. No centro da mistura pôr o recheio da sua preferência. Com uma espátula dobrar no formato de um pastel e virar de lado para dourar uniformemente. Servir com a guarnição de sua preferência.”

Salada de arroz-negro da Sonia
1 pacote de arroz negro (250g)
2 cebolas roxas pequenas
10 tomates cerejas
2 mini pepinos;
4 colheres (sopa) de azeite extra virgem
Sal

”Cozinhe o arroz em água e sal por 20 minutos ou mais, se necessário. Escorra, resfrie e coloque-o numa vasilha com duas colheres do azeite. Corte as cebolas em anéis,os tomates cerejas em quartos e os pepinos em rodelas. Junte as cebolas e tomates e tempere-as com sal (pitada), uma colher (sopa) de azeite e misture bem.Tempere os pepinos à parte com pitada de sal e o azeite que sobrou. Coloque o arroz em porção individual e sobre ele a salada de tomates e cebolas. Os pepinos guarnecendo. Sirva esta salada fria.”

Mineiro de Botas da Sonia
Aqueça óleo de milho (1 colher de sopa) e derreta a manteiga (1 colher de sopa). Junte 150 g de queijo prato para derreter. À parte bata 2 ovos inteiros e adicione 2 bananas -prata médias, bem maduras e amassadas. Na frigideira onde está o queijo derretido junte a mistura de banana e ovos e mexa até formar uma massa. Retire, coloque que em refratário, polvilhe com açúcar e deixe por 5 minutos para derreter o açúcar. Polvilhe canela ao degustar. Simples e saboroso.

Doce de Castanha Portuguesa da Sonia
1 kg de castanhas portuguesas
1/2 kg de açúcar
2 xícaras (chá) de água
2 xícaras de cognac
1 xícara de uísque
Baunilha - gotas a gosto

“Cozinhe as castanhas em água. Esfrie e descasque. Faça uma calda com a água e o açúcar, acrescente as bebidas e a baunilha. Cozinhe por 15 minutos.”

Tutu de feijão (samba cantado por Célia e Celma)
“Acho que vou decepcioná-la, querida, porque as outras três Cys são ótimas cozinheiras, mas minhas incursões nesse setor só ocasionam duas coisas: ou eu me queimo, ou queimo a comida.” – Cyva (Claro que não decepcionou, Cyva!)

Um prato fundo de feijão cozido
você bate no liquidificador.
Refogue numa panela com óleo, alho, sal
e cebola batidinha,
bem batidinha, bem batidinha.
Depois que esfriar
você vai polvilhando a farinha
de mandioca, da branquinha,
da branquinha, da branquinha.
Então leve ao fogo brando,
mexe,mexe sem parar,
use uma colher de pau
e não deixe encaroçar .
Quando ficar como um angu
e estiver bem cozidinho,
despeje numa travessa
e o tutu está prontinho.
E para completar, faça um molho de tomate
com cebola, cheiro-verde e linguiça em rodelinhas
e espalhe tudo no tutu bem quente
e espalhe tudo no tutu bem quente.
Pode servir com arroz e couve refogada
e, prá ficar melhor, costelinha bem fritinha.
É prá comer de uma tacada.
É muito bão, esse tutu de feijão!
É danado de bão esse tutu de feijão!
É gostoso demais esse tutu de feijão!
É danado de bão esse tutu de feijão!

Espaguete a La Carbo(cy)nara
“Receita que aprendi com o Chico quando ele fazia nos velhos tempos da Carolina, em 1967” (Cynara).

(Pra 04 pessoas que comem normal)
Esse prato deve ser servido imediatamente ao terminar de fazê-lo.

1 pacote de 500 gramas de espaguete (costumo usar o Barilla n.5)
0 caixinhas de bacon já cortadinhos em cubos
4 ovos crus mal batidos com um garfo num prato fundo (um pra cada pessoa)
Salsinha picada
Queijo parmesão ralado na hora
Pimenta do reino (pra quem gosta de ardências)

“Simples pra caramba: Fritar os cubinhos numa caçarola e reservar (não colocar nenhuma gordura, o bacon já é bastante heavy). Cozinhar o espaguete em muita água e deixá-lo al dente. Escorrer o espaguete e já colocá-lo nos pratos, ele ainda quente, com um ovo mal batido pra cada pessoa, o bacon frito jogado em cima do ovo, o queijo parmesão salpicado e a salsinha idem. Quem gosta de pimenta, a hora de colocá-la é ao bater os ovos. É apenas isso. Deve-se servir esse prato fumegante. Por isso tem de ser feito na hora H de servir. Bom apetite!"

segunda-feira, setembro 05, 2011

Jeito gostoso de fazer o bem: feijoada solidária na 6a Benefest, dia 02/10

No domingo, dia 2 de outubro, acontece no LIC a 6a edição da Benefest, promovida pelo Centro de Educação e Evangelização Popular (Cedep), vinculado ao Instituto Padre Vilson Groh.

Trata-se de uma feijoada que reunirá em torno de 2 mil pessoas no LIC - Lagoa Iate Clube, com a renda integralmente revertida para o Cedep, que desde 2005 atende a crianças e adolescentes do bairro Monte Cristo. Para você ter uma ideia da importância da sua participação no evento, saiba que 70% da receita da entidade é oriunda da Benefest. No ano passado a festa arrecadou R$ 400 mil.

As camisetas-ingresso (R$ 60 cada) dão direito à feijoada, bebidas e demais atrações. E empresários da região podem contribuir com cotas de patrocínio.

Serviço:
O que: 6ª Benefest
Quando: 02/10, das 11 às 17 horas
Onde: Lagoa Iate Clube (LIC) – Rua Hypólito V. Pereira, 620 – Lagoa da Conceição
Adquira sua camiseta com as voluntárias ou nos supermercados Imperatriz.
Camisetas-ingresso e cotas de patrocínio podem ser adquiridas com o próprio Cedep.
Fone: (48) 3244-7497

sexta-feira, setembro 02, 2011

02/09/2011 - Toda a praticidade dos pratos únicos

EDIÇÃO DE 02/09/2011 DA COLUNA COZINHA DE ESTAR/JORNAL NOTÍCIAS DO DIA,

por Luciane Daux

Uma porção de coisas boas misturadas: essa é a melhor definição para os pratos únicos. Normalmente feitos em grandes quantidades, costumam oferecer proteínas, carbohidratos e gorduras na mesma porção, o que seria, em tese, uma refeição completa. Melhor ainda se acompanhados de uma farta salada verde. As sugestões de hoje, vindas do Velho Continente, são inspiradas no cassoulet, ou a feijoada francesa, e na paella espanhola. A primeira, ótima para esses últimos dias de frio e a segunda, sempre uma boa opção em qualquer tempo.

Casa Valduga
Joia do Vale dos Vinhedos
Em homenagem à matriarca da famiglia, a Casa Valduga lançou o Maria Valduga Brut Vintage 2006, espumante elaborado pelo método champenoise, segundo a tradição da região de Champagne, na França. Elaborado com 80% Chardonnay e 20% Pinot Noir, é muito elegante, com perlage fino e persistente. Ao nariz é frutado. Saltam os aromas de frutas em calda e uma surpresa: brioches amanteigados e pão delicadamente tostados. Bem francês, mas 100% brasileiro. Um luxo!

Divulgação
Risotos sem segredos
O Chef Vilmar Turnes tem uma agenda repleta de novos cursos de culinária para o mês de setembro, a começar nesta 2ª feira, 5/9, pelo de “Risotos e seus segredos”, com degustação ao final da aula. O módulo custa R$ 170, e a aula acontece na cozinha da SCA, na Avenida Mauro Ramos. Mais informações http://www.vilmarturnes.com.br/

À Lisboa, ora pois
Começa na próxima 3ª a promoção Jantar à Portuguesa, Viagem a Portugal no Bate Ponto, em Santo Antonio. Bacalhau às Natas é um dos pratos do menu Especial preparado pelo chef Marcelo Coelho para esta promoção. Cada R$100,00 (não cumulativos) gastos durante o jantar podem ser trocados por um cupom, que deve ser preenchido com a resposta da seguinte pergunta: “Por que o Bate Ponto deve me levar a Portugal?”. O autor da melhor frase vai conhecer Lisboa. A promoção vai até o dia 28/10/11.

Luciane Daux
Paella Camponesa com coxa e sobrecoxa desossadas
1 kg de coxas e sobrecoxas desossadas sem pele e sem osso em cubos de 2cm
suco de um limão
4 colheres (sopa) de azeite de oliva
2 cebolas picadas
2 dentes de alho picados
500g de linguiça calabresa em rodelas finas
1 envelope de tempero para paella Carmencita ou 1 colher (sopa) de açafrão
1 pimentão vermelho em tirinhas
300 g de ervilhas frescas congeladas
1 litro de caldo de frango
500g de arroz parboilizado
1 xícara (chá) de vinho branco seco
salsinha picada a gosto
sal e pimenta do reino a gosto

1. Tempere o frango com suco de limão e sal. Reserve.
2. Em uma paellera ou frigideira bem grande, refogue no azeite de oliva a cebola e o alho. Junte o frango picado e a linguiça calabresa, refogue. Junte o arroz e o tempero Carmencita (ou o açafrão), refogue. Acrescente o vinho branco, pimentão em tirinhas e as ervilhas (podem estar congeladas, não tem problema). Misture bem.
3. Acrescente agora o caldo de frango e deixe cozinhar, revolvendo de vez em quando para todo o arroz ficar cozido igualmente. Se necessário, acrescente mais água. Verifique o sal.
4. Quando o arroz estiver cozido, desligue e sirva, polvilhando com salsinha picada.
5. Fonte: Frangos Macedo WWW.tyson.com.br

Alfredo Junior
Cassoulet simplificado
Chef Edu Guedes
3 colheres (sopa) de azeite ou óleo
2 xícaras (chá) de cebola ralada ou em cubos
1 dente de alho picadinho
4 tomates sem pele picadinhos
1 xícara (chá) de cenoura crua picada
1 peito de frango inteiro
2 xícaras (chá) de lombo suíno salgado
3 xícaras (chá) de feijão-branco
1 gomo de lingüiça portuguesa
1 gomo de lingüiça calabresa
2 gomos de paio
Sal e pimenta a gosto
Folhas de louro para decorar

1. Frite o peito de frango no azeite (ou óleo), com a cebola e o alho e acrescente o tomate e a cenoura.
2. Coloque o lombo, as linguiças e o paio e deixe dourar. Acrescente água quente aos poucos para cobrir as carnes. Adicione o feijão-branco na panela depois de ter ficado de molho na água por uma hora.
3. Depois, retire as linguiças, o paio e o frango, corte tudo em cubinhos (ou desfie) e ponha de volta na panela.
4. Sirva bem quente.

Sinta-se à vontade para comentar os posts.
(faça seu comentário ao final de cada post, no símbolo da canetinha).

Obrigada pela visita!

Lu