Gastronomia, culinária e outros interesses para os apaixonados
pelo prazer de cozinhar, comer bem e harmonizar.

Por Luciane Daux

segunda-feira, março 21, 2011

Ricaldinho da Ilha, 11a edição na 4a 23/03 (veja algumas receitas)

Com texto de Neném Alves

A folia momesca nem bem acabou e volta a reinar na semana de aniversário de Floripa, já que nas comemorações dos 285 anos da capital, no próximo dia 23 de março, o Rei Momo irá devolver as chaves da cidade para o prefeito na décima primeira edição do Ricaldinho da Ilha.

Para festejar a data, um bolo de dois metros será cortado pelas autoridades após a Corte Momesca chegar no Parque Valter Lang, frontal aos clubes de remo, para cantar “Parabéns pra Você” e o hino do Rancho de Amor a Ilha, de autoria do poeta Zininho, na festa que já faz parte do calendário oficial da Prefeitura Municipal de Florianópolis

Ao receber as luzes do outono e juntar a esse clima um festival gastronômico com mais de 30 pratos da culinária da Ilha é a melhor receita da temporada.

O Ricaldinho da Ilha também marca a cerimônia de devolução das chaves da cidade ao prefeito através do Rei Momo, fato inédito nos carnavais do Brasil. O fato acontece quando a Corte Momesca vindo da sede do Iate Clube Veleiros da Ilha, chega via mar ao Parque Náutico Valter Lang, onde estão instalados os clubes de remo, acompanhados por uma fanfarra e adentra a arena montada no Clube Náutico Martinelli, onde ocorre o evento, executando o Rancho de Amor a Ilha.

As camisetas-ingressos do Ricaldinho da Ilha poderão ser adquiridas no Kioski do Beiramar Shopping ou na Toca do urso, no Mercado Público Municipal. Ao preço de R$ 80,00 por pessoa, dá direito a open food e open bar, com uma variedades de caldos que vai do berbigão ao camarão. A festa tem início às 11 horas da próxima quarta-feira, 23 de março, com a banda Entre Elas. Depois da chegada da entrega das chaves e do corte do bolo de aniversário, é a vez da banda Stagium 10 subir ao palco até às 5 da tarde quando entra o momento da apoteoso com a Bateria Show da União da Ilha da Magia, escola de samba campeã do carnaval 2011 até o fim da festa, marcado para as 18 horas.

Serviço:
Local: Clube Náutico Martinelli (entre as Pontes Hercílio Luz e Colombo Salles) Parque Valter Lang.
Camiseta convite: R$ 80,00 (oitenta reais)
Locais de venda: Shopping Beiramar / Toca do Urso - Mercado Público Municipal
Atrações: Entre Elas / Los Angels Boys e maestro Calibrina / Stagium 10 e show com a Bateria da União da Ilha da Magia - campeã do carnaval de 2011.

Gastronomia:
Luciane Daux / Toca do Urso / Chef. Ayrton Oliveira / Sobrallia Restaurante e Bar / It’s Italian Trattoria / Rancho Beira Mar / Fratellanza Italiana / Pé na Terra / Empório do Baga / Rancho Açoriano Bar e Restaurante / Restaurante Oliveira / Flor de Sal Eventos / Buffet Mara Beduschi /  Restaurante Bom Galfo / Bistrô da Leila / Restaurante Vigia do Casqueiro / Crepemania / Pastelaria São Paulo / Estação Lagoa Restaurante / Chef Cleide Ammon / Chef. Javier / Bacalhau e Cia / Rest. Lagoa Bonita / Debiga’s Buffet / Chefs Galdino e Lauro / Rest. Mandala / Sorrentino Café e Doces / Chef Orlando Guedes / Gabbiani Restaurante / Chef Andréa Salum / San Francesco Pizzeria / Chef. Evandro
Luz / Chef. Nem da Barra / Padaria Super Pão / Caldo de Cana do Biju / Ostradamus / Kioski da Terra / Café Da Corte / Box 32

Serão 30 caldinhos diferentes, entre eles o meu Caldo de Cozido, receita do Nego Querido, e a Sopa de rã, receita do amigo Chef Ayrtinho Oliveira. Diferente, não é? Confira abaixo as receitas:

Cozido do Nego Querido
Luciane Daux

500g de carne de peito com o granito (gordura)*
250 g de carne seca
250 g de lombo defumado
250 g de costelinha suína defumada
500 g de lingüiça calabresa
250 g de batata doce
250 g de chuchu
250 g de abóbora
250 g de aipim
½ repolho verde
2 maços de couve mineira
4 espigas de milho cortadas ao meio
8 bananas caturra
2 cebolas picadas
6 dentes de alho picados
2 colheres de sopa de óleo

1. Tempere a carne de peito no vinha-d’alhos e demolhe as carnes salgadas, de véspera (*pode substituir a carne de peito gorda por paleta).
2. Doure a cebola e o alho no óleo. Junte as carnes bem escorridas e deixe tomarem cor.
3. Acrescente 2 litros de água e deixe cozinhar em fogo baixo por 2 ½ horas. Retire e reserve as carnes.
4. No caldo, acrescente os legumes, e reserve a banana. Se for necessário, acrescente água.
5. Vá reservando os legumes à medida que ficam prontos. Por último, junte as bananas caturra.
6. Acerte o sal e sirva com farinha de mandioca ou pirão do caldo.
7. Para acompanhar, dois dedinhos de boa cachaça, como Querido gostava.
7. Serve 8 pessoas. E o que sobrar vira uma boa sopa.
Sopa de rã
Chef Ayrtinho Oliveira
25 pernas de rã
1 colher de sopa de azeite
4 colheres de sopa de cebola picada
2 colheres de sopa de alho fatiado
2 talos de aipo cortados em cubos
1 pimenta dedo de moça picada
Tomilho, alecrim e louro a gosto
1 colher de chá de urucum
1,2l água
Sal e pimenta do reino moída na hora a gosto

Modo de preparo:
Ponha um fio de azeite na panela e refogue a cebola e o alho. Acrescente o aipo e a pimenta dedo de moça e deixe refogar até que comece a soltar líquido. Tempere as rãs em um recipiente com sal e pimenta e misture aos ingredientes que já estão na panela. Quando as pernas de rã começarem a dourar, cubra com água e coloque o urucum. Acrescente o alecrim, o tomilho e o louro e, quando começar a ferver, abaixe o fogo e deixe cozinhar com a panela tampada por 12 a 15 minutos.

Desligue o fogo e deixe com a tampa por mais 10 minutos. Retire as rãs e desfie-as em um recipiente. Tempere o caldo com sal e pimenta e bata no liquidificador. Ponha um pedaço de rã em um copo pequeno e cubra com o creme. Coloque uma colher pequena e sirva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se à vontade para comentar os posts.
(faça seu comentário ao final de cada post, no símbolo da canetinha).

Obrigada pela visita!

Lu