Gastronomia, culinária e outros interesses para os apaixonados
pelo prazer de cozinhar, comer bem e harmonizar.

Por Luciane Daux

domingo, fevereiro 13, 2011

Kir Royale: muito, muito elegante

Aprenda a fazer o delicioso Kir Royale, receita que sugiro na edição n. 5 da Revista do Clube do Champanhe, fevereiro/2011 (clique sobre a imagem para ampliá-la)

O drink é um clássico da coquetelaria. A primeira vez que tomei um Kir Royale foi no Brasil, mas a melhor experiência foi em Epernay, capital da região de Champagne. E nem poderia ser diferente. É como eles dizem por lá: tomar champagne em Epernay é como ouvir Mozart em Salzburg. Mas conta a história que o Kir nasceu em Dijon, criado por um Padre chamado Felix Kir. Inicialmente feito com o maravilhoso Chardonnay da Borgogna e licor de cassis, com o tempo o drink foi se sofisticando. Trocando o vinho pelo champagne, passou a se chamar Kir Royale, ou Kir Royal. Os franceses dizem que por trás de um Kir Royale sempre tem uma mulher bonita... e de bom gosto, gosto de acrescentar!


Kir Royale

4 partes de champagne brut
1 parte de licor de cassis

Em uma taça flûte, coloque primeiro o champagne brut bem gelado. Encoste a garrafa de licor na parede da taça e faça “escorrer” por ali o cassis, evitando que ele se misture ao champagne, e se depositando no fundo da taça, por causa de diferença de densidade das bebidas. Se desejar, coloque uma cereja em calda e uma raspa de laranja dentro do drink, para decorar.

Um comentário:

Sinta-se à vontade para comentar os posts.
(faça seu comentário ao final de cada post, no símbolo da canetinha).

Obrigada pela visita!

Lu