Gastronomia, culinária e outros interesses para os apaixonados
pelo prazer de cozinhar, comer bem e harmonizar.

Por Luciane Daux

sexta-feira, novembro 19, 2010

19/11/2010 - Comer, rezar, amar

EDIÇÃO DE 19/11/2010 DA COLUNA COZINHA DE ESTAR/JORNAL NOTÍCIAS DO DIA,
por LUCIANE DAUX

(foto divulgação)
OK, eu me rendo. Vou falar de Comer, Rezar e Amar. Especialmente sobre a parte “comer”. O livro vendeu mais de 4 milhões de cópias e o filme, estrelado por uma Julia Roberts gulosa (ela engordou 5 quilos durante as filmagens), é sucesso de bilheteria. Eu, que faço algumas restrições às duas versões, de ordem de conteúdo, gostei mesmo de duas coisas. A primeira foi de ver a comida mostrada como deve ser: como um ritual onde você se dedica ao “aqui e agora” e vai, com todos os sentidos, de encontro aos sabores. “Estou tendo um relacionamento com a pizza, quase um caso de amor”, diz a protagonista Liz, enquanto devora uma pizza Margherita, que foi comer na origem, em Nápoles. E a segunda, gostei de ver Javier Barden, pelo que até quase relevo o portunhol - imperdoável - do namorado brasileiro de Liz. As duas receitas de hoje são mostradas no filme. Espero que você aprecie!

O livro (foto Editora Objetiva)
Comer, Rezar, Amar. Gilbert, Elizabeth. Editora Objetiva. O livro conta a história da autora que, depois de um divórcio, uma depressão e um outro amor fracassado, decide passar um ano em busca do auto-conhecimento, numa viagem à Itália, Índia e Indonésia. Em cada país exercitou, respectivamente, os verbos que dão nome ao livro. R$ 24,90 na WWW.siciliano.com.br e WWW.saraiva.com.br

O filme (fotos qvizu e divulgação)
Em cartaz no Cinemark (Shopping Floripa) e Cinesystem Iguatemi (Shopping Iguatemi). Consulte os horários em http://www.ingresso.com.br/

Pasta all’Amatriciana (foto libero.it)
Em Roma, Liz se entrega às delícias italianas. Pastas, aspargos, alcachofras e sorvetes de todos os sabores!

500g de macarrão furadinho (bucattini)
200 g de toucinho defumado
8 tomates maduros sem pele e sem sementes
1/2 cebola média
2 colheres (sopa) de azeite de oliva
200g de queijo pecorino ralado grosso (ou parmesão)
1 colher (chá) de pimenta calabresa em flocos (ou a gosto)
Sal

1. Corte separadamente o toucinho, o tomate e a cebola em tiras fininhas (juliene)
2. Em uma frigideira, aqueça o azeite de oliva e frite as tirinhas de toucinho. Quando dourarem ligeiramente, junte a cebola e deixe murchar.
3. Acrescente o tomate e a pimenta calabresa, acerte o sal e cozinhe por 5 minutos.
4. À parte, cozinhe o macarrão em água fervente salgada.
5. Quando o macarrão estiver cozido, escorra e coloque na frigideira. Refogue junto com o molho, acrescente o queijo ralado e então sirva.

Pizza Margherita (Napolitana)
(foto divulgação)
Quando soube que a melhor pizza da Itália estava em Nápoles, é para lá que Liz vai, à Antica Pizzeria da Michele. Abaixo, uma receita adaptada aos fornos caseiros.
Massa:
300ml de água morna
500g de farinha de trigo
25g de fermento biológico
4 colheres (sopa) de azeite de oliva
10g de sal
1 colher (chá) de açúcar

Cobertura:
500g de tomates maduros
300g de mussarela de búfala (em bolas)
12 folhas de manjericão
Sal e azeite de oliva a gosto

1. Para a massa, misture numa pequena vasilha o fermento, o açúcar e 1/3 de copo de água morna (temperatura do corpo). Misture e espere o fermento reagir, em torno de 5 minutos.
2. Numa superfície lisa, faça um monte com a farinha. Abra um pequeno buraco no meio, coloque o sal, azeite de oliva e o fermento ativado. Misture com a ponta dos dedos e vá juntando água, até obter uma massa lisa que não cole nas mãos. Deixe descansar até dobrar de volume.
3. À parte, pele e tire as sementes dos tomates. Processe-os ou liquidifique sem acrescentar água.
4. Ligue o forno na temperatura máxima.
5. Divida a massa em duas partes e abra cada uma em um círculo de 30cm, numa forma rasa, untada com azeite de oliva.
6. Coloque metade do molho cru sobre cada disco de pizza. Corte as bolas de mussarela ao meio e divida-as sobre as massas.
7. Leve cada massa ao forno pré-aquecido no máximo, até que o queijo derreta (em torno de 15 minutos). Tire do forno, coloque as folhas de manjericão e sirva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se à vontade para comentar os posts.
(faça seu comentário ao final de cada post, no símbolo da canetinha).

Obrigada pela visita!

Lu