Gastronomia, culinária e outros interesses para os apaixonados
pelo prazer de cozinhar, comer bem e harmonizar.

Por Luciane Daux

quinta-feira, abril 08, 2010

09/04/2010 - Escolhendo o verde

EDIÇÃO DE 09/04/2010 DA COLUNA COZINHA DE ESTAR/JORNAL NOTÍCIAS DO DIA, POR LUCIANE DAUX

(foto divulgação)
por questões éticas ou de saúde, ambientais ou espirituais, o vegetarianismo se trata de uma escolha individual com hábitos diferenciados, e, como tal, deve ser respeitada. Algumas vertentes do vegetarianismo permitem o uso de laticínios, ovos e mel. Outras, radicais, excluem da dieta quaisquer alimentos de origem animal. Seja você um adepto ou não, fique por dentro e teste as receitas saborosas e saudáveis.

Você sabia?
“A palavra vegetariano vem da palavra latina vegetare, que significa dar vida, animar. Quando os romanos usavam o termo homus vegetus, eles se referiam a uma pessoa vigorosa e saudável”. (Mauro Fisberg, nutrólogo especialista em nutrição na infância e adolescência)

Para aprender
Ovolactovegetarianismo: são proibidos carne vermelha, peixes e aves. Permitidos leite e ovos.
Lactovegetarianismo: são proibidos carne vermelha, peixes, aves e ovos. Permitido o leite.
Ovovegetarianismo: são proibidos carne vermelha, peixes, aves e leite. É permitido o ovo.
Vegetarianismo radical (Vegan): são proibidos carne vermelha, peixes, aves, leite e ovos. Permitidos: nenhum alimento de origem animal. (Fonte: nutricionista Adriana Salum)

3º Salão Vegetariano
Em maio São Paulo sediará a NaturalTech – 6ª Feira internacional de alimentação saudável, produtos naturais e saúde. Dentro da feira acontece o 3o Salão Vegetariano, com aulas práticas de culinária vegetariana e palestras técnicas.
Serviço:
O que: NaturalTech e 3º Salão Vegetariano
Quando: de 20 a 23/maio/10
Onde: Fundação Bienal do Ibirapuera, São Paulo/SP
Informações e inscrições: http://www.naturaltech.com.br

Cerveja para celíacos (foto Divulgaçao Estrella Daura)
Florianópolis já tem a primeira cerveja com baixa concentração de glúten do mercado, especial para celíacos. A cerveja espanhola Estrella Daura é clara, dourada, com amargor médio, espuma abundante e apresenta menos de 6 ppm. As duas unidades do Hippo Supermercados já oferecem a bebida recém chegada no mercado nacional.


Conversa com o Chef (foto Babele)
Alexandre Fusinato é cozinheiro e confeiteiro formado pelo SENAC Joinvile, e padeiro pela escola suíça de panificação. Estuda gastronomia na ASSESC, em Florianópolis. Escolheu se dedicar às cozinhas vegana e orgânica. O resultado dessa dedicação se percebe no seu trabalho como Chef do Babele, um bistrô que se propõe a fazer comida boa no sentido radical do termo: fazer bem para quem consome, para quem não consome e para o planeta (por isso a opção pelos orgânicos e pelo veganismo e não apenas pelo vegetarianismo). “Afinal, ter prazer comendo é algo bom e deve ser preservado”, diz Alexandre.

Para colecionar
Escondidinho de cogumelos
(foto Babele)
(Chef Alexandre Fusinato)
1kg de aipim descascado
2 colheres (sopa)de óleo de Palma, Palmiste ou Coco (observação: bem gelado!)
200g de cogumelos frescos fatiados
1 cebola média picada
2 dentes de alho amassados
100 ml de Vinho branco
1 colher (sopa) de óleo de girassol
1 xícara (chá) de leite de aveia
Salsinha
Sal, pimenta branca e noz moscada a gosto

1. Cozinhe o aipim até ficar bem mole. Faça um purê e adicione o óleo de palma bem gelado. Tempere com sal e pimenta e reserve.
2. Em uma frigideira quente (ou wok), coloque o óleo de girassol, refogue a cebola e o alho, adicione os cogumelos e salteie. Acrescente o vinho branco, deixe ferver um pouco e adicione então o leite de aveia. Continue cozinhando até engrossar um pouco. Tire do fogo e adicione a salsinha picada. Reserve.
3. Em uma forma untada, coloque uma camada de purê de aipim, outra de molho de cogumelos e uma última de purê. Asse em forno pré-aquecido em 200°C por aprox. 30min.
4. Sugestão: Sirva com legumes salteados.
5. Rendimento: 4 porções

Agradecimento: Babele – Café, bistrô e empório orgânico. Fone 3369-2809 www.babele.com.br

Abobrinha recheada com proteína texturizada de soja (foto divulgação)
2 abobrinhas grandes
1 xícara de proteína de soja fina
1 cebola picada
1 tomate sem pele picado
2 colheres de sopa de azeitonas picadas
1 colher (sopa rasa) de azeite de oliva
1 colher de sopa de shoyu
Cheiro verde a gosto
Sal marinho a gosto
Farinha de rosca para polvilhar

1. Abra as abobrinhas ao meio, na direção do comprimento. Escave com uma
colher deixando cerca de um dedo de polpa de cada lado e pique a polpa retirada.
2. Coloque a proteína de soja fina para amolecer com água morna e limão, conforme
orientação da embalagem. Escorra e reserve.
3. Refogue a cebola no azeite de oliva até dourar, acrescente os tomates
picados e a polpa das abobrinhas, refogando até soltar água. Junte a proteína de
soja fina, o sal e o shoyu e, se for necessário, acrescente mais água. Cozinhe até
amolecer as abobrinhas. Coloque as azeitonas e o cheiro verde.
4. Pegue as metades das abobrinhas e cozinhe-as por 5 minutos em água
fervente. Escorra a água e recheie as abobrinhas com o refogado. Arrume as
abobrinhas em uma assadeira untada e polvilhe sobre elas a farinha de rosca.
Asse por 10 minutos em fogo médio (150°C).
5. Rendimentos: 4 unidades

4 comentários:

  1. Eu já fui no Babele, as comidas sao maravilhosas. E isso é para quem come e quem nao come carne! Adoro teu site Luciane.
    Abraço, Fabiola

    ResponderExcluir
  2. Oi Lu! A Maria Eliza aí é a Maria do Bob...e dos amigos também, claro rsrs! Parabéns por este lindo espaço, onde informação e arte fazem essa bela mistura que é você! Como vegetariana adorei esse post, pois sempre me deparo com a questão de sempre: "Se não come carne, então o quê você come?" Com informaçâo e criatividade podemos alimentar tanto o corpo quanto o espírito e de uma maneira deliciosa! Obrigada querida, e continue nos brindando com suas delícias e escritas...Namastê

    ResponderExcluir
  3. Obrigada, Fabíola, fico contente que giste do Blog. E eu também gostei muito da comida do Babele!
    Abraço

    Lu

    ResponderExcluir
  4. Maria, querida, que bom ter contato contigo através do Blog! Fiquei super feliz com o teu comentário, e mais ainda satisfeita por ter trazido uma informação que te foi útil. Vamos ter que nos encontrar de novo, quem sabe dessa vez a gente opte pela comida vegetariana?

    Beijos para ti e o Bob

    ResponderExcluir

Sinta-se à vontade para comentar os posts.
(faça seu comentário ao final de cada post, no símbolo da canetinha).

Obrigada pela visita!

Lu