Gastronomia, culinária e outros interesses para os apaixonados
pelo prazer de cozinhar, comer bem e harmonizar.

Por Luciane Daux

sexta-feira, janeiro 08, 2010

08/01/2010 - Olé!

EDIÇÃO DE 08/01/2010 DA COLUNA COZINHA DE ESTAR/JORNAL NOTÍCIAS DO DIA, POR LUCIANE DAUX
(foto DIVULGAÇÃO)
Li numa revista Veja passada que Jurerê Internacional é a Ibiza brasileira. Bem, alguns preços parecem mesmo em euros ... Deixa pra lá. Espanha, verão. Mesmo que eu não consiga compreender a gastronomia molecular de Ferran Adrià, em tudo me fascina a cultura daquele país, tão sensual. Que delícia a paella, tapas, tortillas, cozido, os azeites de oliva, em Almodóvar, na dança e música flamenca e na sangria (Anote: 1 garrafa de vinho tinto seco, 1/2 xícara de Cointreau; 1 xícara de suco de laranja; 1/2 xícara de suco de limão; 1 garrafa de soda limonada; 1/2 xícara de açúcar; 5 fatias grossas de laranja com a casca e 1 cravo da índia espetado em cada uma delas; 1/2 abacaxi picado em pedaços muito pequenos. Misture tudo e sirva com bastante gelo)!



Para assistir (foto DIVULGAÇÃO)
Mulheres a beira de um ataque de nervos. 1988, Espanha, 90 minutos. Um dos mais emblemáticos filmes do diretor espanhol Pedro Almodóvar, Mulheres a beira ... retrata situações extremas e simultâneas da vida de várias mulheres, que se entrelaçam de forma tragicômica. Numa das cenas, a personagem Pepa faz de um gazpacho a peça-chave para o desenvolvimento do filme. (Atualmente está em cartaz nos cinemas Abraços Partidos, do mesmo Diretor, muito elogiado pela crítica).









Sabores da memória (foto Luiz Meira DIVULGAÇÃO)
“Sou louco por gastronomia, adoro cozinhar e, embora tenha tido o privilégio de conhecer grandes restaurantes mundo afora, jamais vou esquecer a primeira vez que comi lulas grelhadas num pequeno restaurante na cidade de Málaga, ao sul da Espanha. Os espanhóis têm um trato todo especial com os frutos do mar.” Luiz Meira, cantor, guitarrista, violonista e produtor de Florianópolis que acaba de lançar o CD Te chamo de felicidade.

Para colecionar
Zarzuela
(foto divulgação)
Receita típica da Catalunha
1/2 kg de lula
farinha de trigo para empanar
½ xícara (chá) de azeite de oliva
500 g de camarão descascado
2 cebolas em rodelas
5 dentes de alho
4 tomates sem pele e sem sementes
1 copo de vinho branco seco
2 copos de água
1 kg de namorado em dados de 3cm (ou outro peixe firme)
16 mariscos com cascas, bem lavados
sal, pimenta do reino e salsinha a gosto
1 envelope açafrão
6 camarões graúdos com casca

1. Limpe as lulas e corte-as em rodelas de 0,5cm. Passe-as pela farinha de trigo e frite-as no azeite de oliva quente. Retire-as e reserve.
2. Na mesma panela, refogue rapidamente os camarões. Retire e reserve com as lulas.
3. Continue usando a mesma panela. Coloque um pouco mais de azeite de oliva e refogue a cebola e o alho. Junte os tomates, vinho, água, salsinha e o açafrão. Deixe levantar fervura.
4. Junte os mariscos, os dados de peixe e os camarões com casca.
5. Acerte o sal, deixe ferver até os mariscos abrirem.
6. Enfeite com os camarões grandes por cima e sirva, acompanha de fatias de pão fritas em um pouco de azeite de oliva.
7. Rendimento: 6 porções.

Gazpacho (foto LUCIANE DAUX/DIVULGAÇÃO/ND)
Essa sopa fria espanhola é típica da região da Andaluzia.
1 dente de alho
3 colheres (sopa) de azeite de oliva virgem
5 tomates sem pele e sem sementes picados
1 cebola em pedaços
1 pepino japonês médio sem casca
2 fatias de pão de forma ou 1 pãozinho francês
1 colher (sopa) de vinagre de vinho (ou vinagre balsâmico)
Sal e pimenta-do-reino a gosto
250ml de água fria
Cubos de gelo (opcional)

1. Coloque no liquidificador o alho, tomate, cebola, pepino, pão, azeite, vinagre, sal, pimenta-do-reino e a água fria. Bata a sopa até fica homogênea.
2. Ao servir, enfeite com tomate, pepino e pão em cubinhos, e alguns cubos de gelo.
3. Rendimento: 6 porções.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se à vontade para comentar os posts.
(faça seu comentário ao final de cada post, no símbolo da canetinha).

Obrigada pela visita!

Lu