Gastronomia, culinária e outros interesses para os apaixonados
pelo prazer de cozinhar, comer bem e harmonizar.

Por Luciane Daux

sábado, dezembro 19, 2009

18/12/2009 - Esperando Nicolas

EDIÇÃO DE 18/12/2009 DA COLUNA COZINHA DE ESTAR/JORNAL NOTÍCIAS DO DIA, POR LUCIANE DAUX










Esperando Nicolas (ilustração funmunch.com)
Li que Nicolas nasceu no ano de 261, em Myra, na Asia Menor (onde hoje é a Turquia). Os pais, muito felizes com o seu nascimento, passaram a distribuir alimentos, roupas e dinheiro entre os pobres. Nicolas tornou-se bispo, muito amado pelo povo. As culturas alemã e holandesa trataram de divulgar seus feitos, chamando-o de Sinterklass, Saint Nicoleses e finalmente Santa Claus ou Klaus. Para nós, Papai Noel. É amado pelas crianças e respeitado pelos adultos, uma figura capaz de unir a humanidade em torno de coisas boas como o amor, ternura, paz. Bem, aqui estamos: é Natal de novo. Hora de começar a pensar com alegria no que fazer para esperar o “Bom Velhinho”. Minha proposta é esquecer as tradições herdadas do hemisfério norte – onde é inverno e neva, e pensar que aqui, abaixo da linha do equador, lá fora o Sol diz é quase verão. Vai bem uma ceia com camarão e a manga, e a batata doce e castanha do Pará. Estou certa que Nicolas vai adorar esses sabores tropicais. HO HO HO, feliz Natal!

Pão do Toni ou Panetone? (foto divulgação)
Originário de Milão, Itália, não se sabe bem ao certo como nasceu o Panetone.
Muitas das histórias a esse respeito falam de um padeiro de nome Toni, que ao fazer um pão, acrescentou à massa frutas cristalizadas e nozes. De pan Del Toni (pão do Toni) a Panetone foi uma mordida!





Ação de Cidadania (foto divulgação)
Para manter a magia do Natal, todo ano voluntários dos Correios lêem e separam as muitas cartinhas enviadas para Papai Noel. Cartas-respostas são enviadas e também presentes, caso a cartinha seja adotada por algum bem-feitor ou bem-feitora. Para adoção, são priorizadas as cartas escritas por crianças de até 10 anos, que não tenham sido contempladas com presentes no ano passado e contenham pedidos de brinquedos. Todos podem colaborar, tanto como voluntários para auxiliar na leitura e triagem das cartas, como para adotar um pedido. Em Santa Catarina, informe-se nos Correios pelos fones (48) 3954-4390/ 3229-4345.

Para todas as ocasiões (foto divulgação Dal Pizzol)
O que beber neste Natal e Ano Novo? O versátil espumante, digo eu, que vai bem de manhã à noite, do aperitivo à sobremesa. O Brasil já é reconhecido mundialmente como um excelente produtor de espumantes. Exemplo é o espumante Do Lugar, da Vinícola Dal Pizzol, que ganhou a única medalha de ouro no VI Concurso do Espumante Brasileiro em 2009. Quem o avalia para Cozinha de Estar é a Sommelier Regina Essenburg: “- Elaborado através do método charmat longo, das uvas Chardonnay e Pinot Noir, tem aroma complexo e rico lembrando frutas, com destaque para o pêssego maduro, amêndoas e um toque sutil de flores. No paladar apresenta equilíbrio e harmonia, com muita delicadeza e frescor." R$ 27,70/garrafa na Essen Vinhos, em Florianópolis.

Para colecionar
Camarões tropicais
(foto divulgação)
1 kg de camarões médios descascados
2 colheres (sopa) de manteiga
1 cebola pequena picada
2 colheres (sopa) de gengibre picado fino
2 dentes de alho picados
½ copo de vinho branco seco
2 mangas maduras em cubinhos
Sal e pimenta do reino a gosto

Tempere os camarões com sal e pimenta, e refogue-os aos poucos, em metade da manteiga. Reserve-os numa travessa à parte.
Na mesma frigideira, sem lavar, acrescente o restante da manteiga e doure a cebola. Acrescente o alho e o gengibre e refogue.
Junte o vinho branco e a manga em cubinhos. Deixe apurar por 5 minutos.
Junte o camarão reservado, acerte o sal e sirva.
Rendimento 5 porções

Recheio de batata doce para ave natalina (foto divulgação)
10 fatias de pão de forma
1 xícara (chá) de castanha do Pará picada
1 cebola picada
3 xícaras (chá) de batata doce cozida e picada em cubos de 1,5cm
4 colheres (sopa) de manteiga
250g de bacon frito e picado
500ml de caldo de galinha com baixo teor de sódio e gordura*
1 maço de salsinha picado
Sal, pimenta do reino e noz moscada a gosto

1. Corte as fatias de pão em dadinhos de 1 cm. Derreta duas colheres de sopa de manteiga em uma frigideira. Junte os dadinhos de pão, e, no fogo baixo, mexendo constantemente, doure-os. Desligue e reserve.
2. Numa panela, derreta as 2 colheres (sopa) restantes e refogue a cebola até dourar. Junte o bacon frito, a castanha do Pará picada e a salsinha. Acrescente a batata doce picada e os dadinhos de pão dourados e misture bem.
3. Com metade do caldo de galinha, umedeça um pouco os ingredientes do recheio. Se quiser um recheio mais úmido, coloque todo o caldo. Recheie a Gran Ave.
4. O que sobrar do recheio você pode colocar numa folha de papel alumínio untada, apertar fazendo um rolo, e fechar as bordas, como uma bala grande. Faça alguns furos com a faca e leve para o forno, para assar junto com a Gran Ave, molhando eventualmente com o molho. Depois é só abrir e servir junto.
5. Rendimento: 8 porções

Fonte: WWW.macedo.com.br

2 comentários:

  1. Lu!!
    Qtas historinhas lindas e quantas delicias de natal!!!
    Amei saber de tudo isso!
    Deixa eu te perguntar, onde fica essa loja q vende o espumente aqui em Floripa?
    Essen Vinhos? me deu uma vontade de experimentar!!!
    Meu agora eu sou Chef Anna Paula!!!
    q chic!!!!
    menina assei mais de 150 cupcakes para o Natal....muitas encomendas!
    Bjus da Paula
    e um Super Feliz Natal para vc e toda a sua familia!

    ResponderExcluir
  2. Oi, querida!

    150 cupcakes, que delícia! (e que fome ...)
    A ESSEN é ótima, vai lá e serás muito bem atendida!
    Rua Desembargador Urbano Salles, 33 - Centro
    Florianópolis - SC, 88015-430
    (0xx)48 3223-1500

    Beijo grande e um FELIZ NATAL para ti e todos os teus também;-)

    Lu

    ResponderExcluir

Sinta-se à vontade para comentar os posts.
(faça seu comentário ao final de cada post, no símbolo da canetinha).

Obrigada pela visita!

Lu