Gastronomia, culinária e outros interesses para os apaixonados
pelo prazer de cozinhar, comer bem e harmonizar.

Por Luciane Daux

domingo, junho 28, 2009

26/06/2009 - É sopa!

EDIÇÃO DE 26/06/2009 DA COLUNA COZINHA DE ESTAR/JORNAL NOTÍCIAS DO DIA, POR LUCIANE DAUX

É sopa! (foto DIVULGAÇÃO/ND)
Na cozinha, alguns casamentos são emblemáticos: arroz com feijão, bife com batata frita, queijo com goiabada, morangos e espumante, bolinhos e chuva e outros tantos que você aí em casa deve estar se lembrando com prazer. Assim é também com as sopas e o inverno, a combinação perfeita. O resultado é reconfortante e nutritivo. Ficou com água na boca? Então adiante-se, ponha a água para ferver e presenteie-se e à sua família com essas delícias.







Fazendo croûtons em casa (foto DIVULGAÇÃO/ND)
Sabe aqueles dadinhos de pão torrado, aromáticos e super chiques, para colocar sobre a sopa? Podemos fazer em casa, e ainda usar em saladas, para dar um toque crocante.




Anote:

10 fatias de pão de forma cortadas em cubinhos
1/3 xícara (chá) de azeite de oliva
½ colher (chá) de sal
Opcional: ervas a gosto (orégano ou tomilho ou alecrim ou sálvia picados)

Use preferencialmente pão dormido, para que não se desmanche ao ser cortado.
Corte o pão em cubinhos de 1cm de lado.
Passe os cubinhos de pão no sal, no azeite de oliva e na erva escolhida, e leve-os ao forno médio-baixo até dourarem levemente, revolvendo a cada 5 minutos.
Rendimento: 10 porções.

Festival de sopas e mesa sensorial
Elas são aromáticas, enriquecem o sabor e, de quebra, fazem bem à saúde. As sopas, com especiarias e ervas frescas são as estrelas da nova fase do Daissen Restaurante Vegetariano, que desde junho abre à noite. À frente dessa nova etapa, a gastrônoma Bia San, adepta das experimentações que costumam se traduzir em receitas exóticas e multifuncionais.
Quando: segunda à sexta, a partir das 17:30h
Onde: Daissen Restaurante Vegetariano – Praça Getúlio Vargas,126 - Centro
Festival de Sopas a R$ 10/pessoa e mesa sensorial a R$ 21,90/kg

1º Curso básico de vinhos do Emporium

O Emporium Bocaiuva oferece, nesta segunda-feira, o seu primeiro curso básico de vinhos, ministrado pelo sommelier Alejandro Mazza. Para aqueles que gostam do assunto e querem iniciar-se nessa arte, fica a dica.
Serviço:
Curso básico de vinhos Emporium Bocaiuva
29 de junho – segunda-feira às 19 horas
Rua Bocaiúva, 1901 – Fone 3224-1670
R$ 40 por pessoa, inscrições no local.


Nobre remédio: canja de galinha (foto DIVULGAÇÃO/ND)
Dom Pedro II foi seu fã mais nobre. Todo mundo gosta, é uma unanimidade. A canja, que chegou ao Brasil pelas mãos de Portugal, tem origem asiática. Depois de voltar das Índias, o médico da Corte e naturalista português Garcia da Orta (1490-1570), escreveu Colóquios dos Simples e Drogas e Coisas Medicinais da Índia, em 1563, onde mencionou um certo “caldo de arroz, ou canje”. O pesquisador americano Stephen Rennard, da Universidade de Nebraska, elevou o prato ao posto de “remédio”. Segundo ele, caldo de galinha e legumes, como cebola, cenoura e batata, têm o poder de retardar o movimento dos os glóbulos brancos (leucócitos) que, embora ataquem os germes invasores, também são responsáveis por grande parte dos sintomas do resfriado. Espirrou? Canja de linha já!



Para colecionar
Sopa cremosa de couve-flor
(foto DIVULGAÇÃO/ND)
Do meu caderno de receitas.

1/2 litro de leite
2 colheres de sopa de manteiga
2 colheres de sopa de farinha de trigo
1 cebola média picada
½ litro de caldo de frango
1 couve-flor média cozida
1 xícara de creme de leite
noz moscada
sal e pimenta do reino
4 queijos tipo polenghinho
Croûtons para acompanhar



1 - Separe 1/3 da couve flor-cozida. O restante, pique grosseiramente.
2 - Doure a cebola na manteiga.
3 - Junte a couve flor picada.
4 - Junte a farinha de trigo e refogue.
5 - Junte a metade do caldo de galinha e deixe engrossar. Liquidifique.
6 - Volte para a panela, junte o restante do caldo, o leite e o creme de leite. Deixe ferver e junte as florzinhas restantes.
7 – Coloque um polenghinho no fundo de cada prato de sopa.
8 - Sirva com as torradas.

Creme de abóbora kabotiá com pimenta rosa (foto DIVULGAÇÃO/Michel Seikan/ND)
(Chef Bia San, Daissen Restaurante Vegetariano)
6 xícaras de abóbora picada1 cebola média1 talo de alho poró2 colheres de azeite de oliva2 colheres de chá de pimenta rosa2 copos de caldo de legumes caseiro 1. Cozinhe a abóbora no caldo de legumes por 20 minutos. Reserve.2. Refogue a cebola, o alho e a pimenta no azeite de oliva.3. Bata no liquidificador acrescentando o caldo aos poucos até chegar à consistência desejada.4. Aqueça, enfeite com pimentas rosa e sirva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se à vontade para comentar os posts.
(faça seu comentário ao final de cada post, no símbolo da canetinha).

Obrigada pela visita!

Lu