Gastronomia, culinária e outros interesses para os apaixonados
pelo prazer de cozinhar, comer bem e harmonizar.

Por Luciane Daux

sábado, abril 25, 2009

27/03/2009 - Veneza

EDIÇÃO DE 27/03/2009 DA COLUNA COZINHA DE ESTAR/JORNAL NOTÍCIAS DO DIA, POR LUCIANE DAUX
Edição de 27/03/2009 da Coluna Cozinha de Estar, Jornal Notícias do Dia (Florianópolis SC)

Veneza
Veneza flutua sobre a laguna do mar adriático. Berço de Vivaldi, Marco Polo e Casanova, mas também do carpaccio, tiramisu e bellini entre outras delícias, aqui sonhar acordado é obrigatório: a arquitetura bizantina e gótica e a atmosfera mágica estão muito longe de qualquer coisa real. Tem uma das mais ricas gastronomias da Itália, sobretudo nos pratos de frutos do mar oferecidos nos restaurantes da Piazza di San Marco, ou à beira do Grande Canal. Andando pelas ruelas, chega-se à Rialto e sua ponte do século XVI. Ali, a feira livre e o mercado de peixes são o Céu para aqueles que vêem mais audácia em funghi porcini mais do que ser um simples fungo (na foto, uma típica donna dal Veneto com uma cesta de frutos do mar). Romãs, cerejas, cogumelos os mais variados e frutas do bosque misturam-se a polvos gigantes, lagostins, vieiras, numa sinfonia harmoniosa. Não haveria mesmo outro lugar mais perfeito para Vivaldi compor As Quatro Estações...
(mulher típica do Vêneto – foto Luciane Daux)


Para brindar (foto divulgação)
O Bellini é um cocktail long drink, inventado por Giuseppe Cipriani, fundador do Harry’s Bar, o mais famoso de todos os bares de Veneza. Localizado na Calle Valllaresso, era frequentado por Ernest Hemingway e Orson Welles. Uma dose de Bellini, no Harry’s, custa 20 euros (em torno de R$ 60).

Bellini
2 pêssegos maduros e doces
4 doses de prosecco gelado

1. Descasque e tire o caroço dos pêssegos. Bata-os no liquidificador.
2. Divida a polpa da fruta em 4 taças flûte.
3. Complete as taças com prosecco muito gelado e sirva.






Para assistir
Pães e tulipas
(foto divulgação)
Comédia romântica que conta a estória de Rosalba, uma dona de casa italiana que, cansada desprezo do marido machista, decide largar tudo e recomeçar a vida em Veneza. É um filme leve e divertido, e mostra Veneza como é no dia-a-dia dos moradores da cidade. Título original: Pane e tulipani. Itália. 2001. 112 minutos. Com Licia Maglietta e Bruno Ganz, dirigido por Silvio Soldini.



Frase
"Quando eu cheguei a Veneza, descobri que meu sonho havia se tornado meu endereço."
(Proust)







Você sabia ...
O macarrão de Marco Polo
... que a massa teria chegado a Veneza em 1295 pelas mãos de Marco Polo, grande navegador e mercador italiano, que acabara de voltar da China, onde passou 17 anos? Na sua bagagem, entre outras novidades, veio a receita de um prato feito com uma farinha extraída de arbusto de sagu que, depois de cozida, era cortada e seca. Fonte: wikipedia.

Para colecionar
Carpaccio

(foto divulgação)
(receita original de Giuseppe Cipriani, Harry’s Bar)
300 g de lâminas de carpaccio bovino60 g de maionese2 colheres (sopa) de creme de leite
1 colher (sopa) de mostarda1 colher (chá) de molho inglêsTabasco a gostoSal a gosto
Rúcula
Queijo parmesão
1. Misture maionese, creme de leite, mostarda, molho inglês até obter creme homogêneo. Tempere com sal e tabasco.2. Arrume as lâminas de carne em um prato, colocando no centro o molho. Decore com folhas de rúcula e lâminas de queijo parmesão.




Caldeirada do Adriático
(foto divulgação)
2 filés de badejo2 filés de linguado
2 filés de salmonete
1 cauda pequena de raia
4 camarões médios
2 lagostins
6 mariscos
2 tomates
1 dente de alho
1 ramo de salsa
Óleo o quanto baste
Sal a gosto
Pimenta em grão a gosto

1. Salgue os filés de peixe.
2. Refogue o alho, e a seguir os tomates picados e a pimenta em grãos em 4 colheres de sopa de óleo.
3. Junte a salsinha.
4. Acrescente os filés de peixe, mariscos, camarões e lagostins. Cubra com a tampa.
5. Deixe em fogo alto por alguns instantes, e acrescente um pouco de água, se necessário, até cozinhar todos os ingredientes.
6. Acerte o sal.
7. Leve a caldeirada à mesa, ainda coberta e sirva acompanhada de fatias de pão torrado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se à vontade para comentar os posts.
(faça seu comentário ao final de cada post, no símbolo da canetinha).

Obrigada pela visita!

Lu